Curiosidades

Volvo ultrapassa Audi e Mercedes entre as marcas premium

SBD JBS

A Volvo foi a marca premium que mais ganhou participação de mercado no Brasil em 2020. Conseguiu um feito em um ano de crise econômica e, de quebra, superou duas grandes rivais nesse cobiçado e disputado segmento do setor automotivo nacional. A Volvo deixou para trás Mercedes e Audi, que ocupavam segunda e terceira posições entre os modelos premium em 2019.

LEIA MAIS

+ Volvo irá emprestar 100 veículos para os brasileiros

Na primeira posição no segmento premium a liderança segue com a BMW, que emplacou 12.549 carros em 2020, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). A Volvo com 7.701 emplacamentos ficou na inédita segunda posição, seguida por Audi (6.953), Mercedes (6.823) e Land Rover (4.620).

Mas o que a Volvo fez para conseguiu ganhar mercado em um segmento de clientes tão fiéis? A estratégia da Volvo no Brasil segue a mesma linha de outros mercados: apostar em SUVs e na tecnologia híbrida plug-in ou 100% elétrica. Nessa fatia de mercado eletrificado, aliás, os suecos foram imbatíveis, pois alcançaram mais de 63% entre todos os eletrificados plug-in vendidos no Brasil e mais de 50% entre os híbridos e elétricos do segmento premium. No comparativo de 2019 para 2020, a marca cresceu mais de três vezes em vendas de veículos híbridos, alcançando 3.216 unidades comercializadas no Brasil.

“Foi um ano atípico como todos sabemos. Nossa maior prioridade foi encontrar maneiras de proteger nossos colaboradores, concessionários e consumidores, além de planejar a retomada da forma mais forte possível. Neste sentido, temos muitos motivos para comemorar. Consolidamos nossa vice-liderança no segmento Premium e a dominância absoluta dos SUVs e veículos eletrificados. Atuamos cada vez mais como agente transformador da indústria automobilística no Brasil. Esta estratégia será ainda mais reforçada em 2021”, destaca João Oliveira, diretor-geral de Operações e Inovação da Volvo Car Brasil.

Porsche bate recordes
Levando em consideração apenas os carros importados, ou seja, de marcas que não têm fábrica no Brasil, A Volvo terminou 2020 na primeira posição. Ela ultrapassou a Kia, que vinha há muitos anos na frente nesse recorte de mercado. Outra marca premium importada que se destacou em 2020 foi a Porsche. A cobiçada marca de esportivos conseguiu, apesar da crise, crescer 35% no mercado brasileiro e bater todos os recordes de vendas.

A Porsche realizou 2.487 entregas de automóveis no Brasil entre janeiro e dezembro. Esse número representa um aumento de 35% em relação a 2019 e se constitui em recorde absoluto de entregas no mercado brasileiro, superando justamente o ano passado, quando alcançou 1.849 unidades. Apenas o novo 911 (geração 992) registrou 774 unidades entregues, aumento de 225% em relação ao ano anterior.

O Cayenne foi o segundo modelo mais vendido (649 unidades, aumento de 13 por cento). Já o Macan, terceiro modelo mais entregue da marca, alcançou o volume de 508 automóveis, com 3 por cento de crescimento em relação a 2019. O 718 Boxster, por sua vez, registrou a segunda maior alta, com 39% de aumento, posicionando-se como o quarto Porsche mais vendido do ano: 310 entregas. Panamera e Cayman fecham a lista, com 126 e 116 entregas, respectivamente.

ME CONHEÇA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Lista VIP

Assine nossa lista e receba notícias em primeira mão.