Virtus x Cronos: primeiro duelo de 2018 promete

Assim como Argo e Polo sacudiram o setor automotivo nos últimos meses de 2017, Fiat e Volkswagen voltam a protagonizar um novo duelo nesse primeiro bimestre, agora com Cronos e Virtus, respectivamente. As versões de três volumes dos hatchs compactos chegarão às lojas em períodos semelhantes: O Virtus será lançado oficialmente na última semana de janeiro, enquanto o Cronos nos primeiros dias de fevereiro.

As propostas das duas montadoras são semelhantes. Virtus e Cronos serão vendidos como sedãs compactos, mas com medidas bem próximas aos médios (não à toa estão sendo chamados de médios-compactos). No caso do Volks essa característica é ainda clara. As medidas do Virtus são generosas e se aproximam do “irmão maior”, o Jetta. Mesmo sendo 16 centímetros menor no comprimento (4,48 metros contra 4,64m), o Virtus tem o mesmo entre-eixos de 2,65m, o que garante com espaço para cinco ocupantes. A novidade ganha no volume do porta-malas, que tem 11 litros a mais de capacidade do que o veterano (521 litros contra 510 l). Vale lembrar que o novo Jetta vai fazer sua primeira aparição oficial no Salão de Detroit em janeiro (estaremos lá) e deve ter novas medidas para se distanciar do Virtus.      

 

O Cronos não teve detalhes divulgados pela Fiat, mas as medidas devem ser semelhantes as do Virtus, mas não vão alcançar os generosos entre-eixos de 2,65 m e porta-malas de 521 litros. O italiano de trazer números na casa 2,60 m para o espaço interno e 500 litros para o bagageiro.

Identidade

No visual, nota-se que os engenheiros das duas montadoras se preocuparam em fazer sedãs que não passassem a imagem de serem versões “esticadas” de seus hatchs. Virtus e Cronos têm identidade própria, mesmo que a dianteira de cada um evidencie a origem de seus desenhos.

 

Motorização

Volks como Fiat decidiram não lançar a opção de motor 1.0 aspirado que puxa Argo e Polo para suas versões sedãs. O Virtus partirá do MSI 1.6 de 117 cv de potência e 16,6 kgfm de torque com conhecido câmbio manual de cinco marchas. Tanto a versão intermediária Comfortline como a topo Highline serão puxadas pelo valente motor 1.0 TSI de 128 cv e surpreendentes 20,4 kgfm de torque, sempre acoplado à transmissão automática de seis velocidades.

 

O Cronos partirá na versão Drive com o motor 1.3 de 109 cv e 14,2 kgfm de torque com opções de câmbios manual ou automatizado (GSR) de cinco marchas. A topo de linha Precision (não há previsão da versão esportiva HGT) será puxada pelo motor 1.8 de 139 cv e 19,3 kgfm de torque, também com opção de câmbio manual de cinco marchas ou um automático de seis velocidades.

 

Preços

Segredo mais bem guardado pelas montadoras, o valor das novidades só deve ser divulgado no dia em que forem oficialmente lançados. Diferentemente do que ocorreu com o Polo contra o Argo, a Volks não deverá conseguir fazer versões do Virtus mais baratas do que o Cronos. Por partir de um motor 1.6, o alemão deve sair da casa dos R$ 60 mil, enquanto o Fiat pode chegar perto dos R$ 55 mil na versão de entrada como motorização menor.

 

Algo semelhante deve ocorrer nas versões topo de linha. Enquanto o italiano deve ficar perto dos R$ 70 mil, o Volks pode chegar perto dos R$ 75 mil, principalmente quando são incluídos os opcionais de tecnologia.

 

Agora é só aguardar a chegada dos dois sedãs às lojas para vem como será esse novo duelo entre Fiat e Volkswagen. Vale lembrar que nesse segmento ainda concorrem o Honda City, Hyundai HB20 S, Ford New Fiesta Sedan e Chevrolet Cobalt.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade