Veja os preços, versões e galeria de fotos do novo Chevrolet Spin

Em toda lista de “carros mais feios do mercado” o Spin era presença quase que certa. Quando foi lançado em 2012, o modelo ganhou vários apelidos devido ao seu corpo “espichado” e linhas desproporcionais. Ao longo desses seis anos, a Chevrolet tentou várias fórmulas, até aquela que geralmente faz sucesso, de encher o carro com apliques de plástico e chamar de versão aventureira (Activ) com pneu de estepe pendurado na tampa do porta-malas. Mas nada dava resultado e o prático veículo de sete lugares continuava fazendo os consumidores torcerem o nariz quando se apontava ele como opção de compra. Pois bem, demorou, mas a Chevrolet parece ter finalmente acertado no visual do Spin e a chegada da nova geração deverá tirar a minivan das listas de “carros mais feios do mercado”. O modelo chega com importantes alterações no design externo e no acabamento da cabine e novos preços partindo de R$ 63.900 (veja tabela abaixo).

O Novo Spin estreia neste mês de julho nas concessionárias em quatro opções de acabamento (LS, LT, LTZ e Activ) divididas em sete configurações, sendo duas inéditas: uma versão mais acessível com transmissão automática e uma aventureira com opção de sete lugares. Outra novidade é a segunda fileira de bancos corrediça. “Não existe outro modelo com as características de versatilidade, eficiência energética e conteúdo do Novo Spin em sua faixa de preço”, observa Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul.

As mudanças são vistas por todos os lados. O capô ganhou maior inclinação, privilegiando também a aerodinâmica. Os faróis mais afilados e com opção de luz de condução diurna em LED ajudam a criar um aspecto tecnológico, em harmonia com os inéditos contornos do para-choque.

A traseira, parte que sempre foi a mais criticada do desenho do Spin, passou por uma remodelagem total. O carro agora traz um aerofólio esculpido na parte superior da tampa, que ganhou janela com contornos mais envolventes, nicho central para a fixação da placa e lanternas mais alongadas e bipartidas, como na maioria dos utilitários esportivos urbanos.

Enquanto a versão Activ traz um visual aventureiro, o modelo de “luxo” LTZ valoriza o requinte com cromados na moldura da grade frontal, no inédito friso traseiro e nas rodas de 16” com acabamento exclusivo. “O Chevrolet Spin sempre mesclou características de vários segmentos para atender consumidores com necessidades diversas. O Novo Spin segue este mesmo princípio, porém agora com estilo mais próximo ao de SUVs urbanos e sem abrir mão de sua maior virtude: o amplo espaço interno”, explica o presidente da GM Mercosul.

O crossover da Chevrolet tem ainda uma versão (LS) pensada para clientes que buscam um carro igualmente espaçoso, porém mais acessível para o trabalho, por exemplo.

O Novo Spin estreia em oito opções de cores para a carroceria: Preto Ouro Negro, Branco Summit, Prata Switchblade, Cinza Satin Steel, Cinza Graphite e Azul Blue Eyes, além dos inéditos Azul Caribe e Amarelo Stone, exclusivas das versões LTZ e Activ, respectivamente.

Trilhos para a segunda fileira

O novo Spin estreia com a segunda fileira de bancos corrediço. Por ser montado sobre trilhos, a peça pode ser movimentada 5 centímetros para frente ou 6 centímetros para trás no intuito de redistribuir melhor os espaços conforme a necessidade do usuário. O encosto também pode ser ajustável em inclinação. Além disso, a parte traseira do encosto dos bancos do motorista e do carona foram redesenhados a fim de ampliar em mais 2,6 centímetros o vão até a segunda fileira de assentos.

Para maior segurança, está sendo acrescentado à linha 2019 pontos de ancoragem para cadeirinhas infantil do tipo Isofix e Top Tether além do quinto apoio de cabeça e cinto de segurança de três pontos no assento central. Lanternas de neblina, ajuste de altura dos faróis e luzes indicadoras de direção lateral somam-se a esta lista.

Outra novidade é a opção da terceira fileira de bancos para a versão aventureira do Spin, denominada Activ7, em referência ao número máximo de ocupantes que o veículo pode transportar. Os dois assentos extras podem ser rebatidos para ampliar o volume de carga. Nas configurações de cinco lugares do Novo Spin o porta-malas de 710 litros pode chegar 756 litros com a segunda fileira de bancos toda avançada, quase o dobro da capacidade ante alguns rivais.

Interior mais refinado e equipado

A mesma linha de mudança na parte externa também se observa na cabine da minivan da Chevrolet. O design dos painéis e consoles do Novo Spin trazem maior refinamento e combinam diferentes texturas e cores que se estendem ainda aos revestimentos dos assentos. O maior incremento está na versão LTZ, que passa a adotar revestimentos premium nos bancos com costura pespontada, acompanhando o mesmo estilo aplicado no acabamento do volante.

Com maior quantidade de mostradores e opção de novo computador de bordo, o quadro de instrumentos, por exemplo, passa a ser compartilhado com o Chevrolet Tracker. Saídas do ar-condicionado, porta-luvas, moldura da central multimídia e comandos como o dos vidros, travas e retrovisores elétricos foram atualizados pensando também na ergonomia.

O novo Spin oferece de série ar-condicionado, direção com assistência elétrica, transmissão de seis velocidades além de travas e vidros elétricos com comando por controle remoto na chave. Retrovisor com ajuste elétrico e sensor de estacionamento agora são itens de série desde a versão LT, que ganha uma configuração com transmissão automática.

Quanto à conectividade, o novo Spin oferece a central multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay além da opção do sistema de telemática OnStar, que agora é capaz de alertar o usuário para o não esquecimento de objetos e pessoas nos bancos traseiros do carro, semelhante ao sistema do Chevrolet Equinox.

Na linha 2019, as versões mais sofisticadas (LTZ e Activ) do Novo Spin somam comodidades como a câmera de ré com linhas guias, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, ajuste de altura dos faróis, além de luz de posição em LED.

Mesma motorização

O Novo Spin é equipado com o que a Chevrolet chama de “recém-atualizado” motor Flex 1.8 ECO de até 111 cavalos de potência e 17,7 kgfm de torque e transmissão automática ou manual de seis marchas. Segundo a montadora, a nova calibração da transmissão automática deixou as trocas de marcha mais lineares e quase imperceptíveis, aproveitando ao máximo o torque do motor. O resultado se reflete também no desempenho do carro no dia a dia, com melhora de aproximadamente até 1 segundo nas provas de arrancada e retomada de velocidade.

O Spin Activ7 acelera de 0 a 100 km/h em até 11,3 segundos e de 80 a 120 km/h em até 9,7 segundos, enquanto o consumo urbano é de 10,3 km/l (G) e 7,0 km/l (E) e o consumo rodoviário é de 12,0 km/l (G) e 8,3 km/l (E), de acordo com dados do Inmetro.

Já o Spin LTZ (MT6), por exemplo, acelera de 0 a 100 km/h em até 10,2 segundos e de 80 a 120 km/h em até 11,7 segundos, enquanto o consumo urbano é de 10,4 km/l (G) e 7,8 km/l (E) e o consumo rodoviário é de 13,2 km/l (G) e 9,0 km/l (E).

Preços e versões Spin 2019

LS M/T R$ 63,9 mil
LT M/T R$ 68,8 mil
LT A/T R$ 69,9 mil
LTZ M/T R$ 78,4 mil
LTZ A/T R$ 81,9 mil
ACTIV5 A/T R$ 79,9 mil
ACTIV7 A/T R$ 83,4mil

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade