Publicidade

Veja o que é mito e o que é verdade sobre como economizar gasolina

Com o preço dos combustíveis registrando sucessivos aumentos nas refinarias, o valor final da gasolina, diesel e etanol chegaram a um patamar nunca visto no país e o consumidor procura por formas de economizar a qualquer custo. Mas é importante ressaltar que nem tudo que dizem por aí sobre como poupar combustível é verdade. Vamos mostrar aqui o que realmente funciona para que você sinta menos os reajustes e possa continuar rodando com seu automóvel.

Vidros abertos ou ar-condicionado ligado?

O ar-condicionado afeta diretamente o consumo de combustível do veículo, podendo chegar a um aumento de 20% dependendo do modelo. Vale ressaltar, entretanto, que andar com vidros abertos, especialmente acima de 80 km/h, também aumenta o consumo, embora em menor escala — uma vez que o vento afeta diretamente a aerodinâmica do veículo, provocando um atrito maior com o ar, o que faz com que o motor precise fazer mais força para manter a velocidade. Portanto, no trânsito urbano, com velocidades baixas, se deixar o ar-condicionado desligado for uma opção, você economizará combustível. Já na estrada, o melhor é fechar os vidros.

Deixar de calibrar os pneus afeta o consumo

Verdade. Quando os pneus dos veículos estão mais vazios, o atrito com o chão é maior, fazendo com que seja necessária uma força maior do motor para tirar o carro da inércia e mantê-lo em movimento — fazendo com que haja, consequentemente, um consumo maior de combustível. É importante manter os pneus sempre calibrados de acordo com o que for indicado pelo fabricante. Isso, além de garantir um menor consumo de combustível, proporciona maior segurança ao motorista e aos passageiros.

Colocar ponto morto na descida reduz o consumo

Mito. Descer engrenado na marcha correta consome menos combustível do que descer desengrenado. Isso acontece porque o carro engrenado entende que está na descida e não precisa fazer força, cortando a injeção de combustível no motor — o que não acontece quando colocamos o carro em ponto morto na descida. Além disso, descer de desengrenado também põe em risco a vida do motorista e dos passageiros, uma vez que o carro em ponto morto não pode aproveitar o freio motor.

Rodas desalinhadas não afeta o consumo

Mito. Um carro desalinhado possui um consumo maior do que se estivesse devidamente alinhado. Isso acontece porque, com as rodas desalinhadas, uma delas não poderá rodar normalmente, o que vai exigir mais força no motor — e, portanto, mais combustível — para manter o carro em movimento.

Fazer as revisões pode afetar no consumo?

Sim. Um carro com a manutenção em dia sempre irá ter um consumo mais correto do que um veículo que não passa pelas trocas de óleo e filtros designados no período correto. Portanto, siga as orientações do manual do seu carro e garanta um motor sadio e menos beberrão.

Gasolina aditivada dá uma autonomia maior ao carro

Pode ser verdade, dependendo do combustível escolhido. Em sua grande maioria, a gasolina aditivada possui a mesma autonomia da gasolina comum, e a única diferença é que o aditivo nela colocado ajuda na limpeza do motor. Há no mercado, entretanto, a gasolina Duramais, do grupo Dislub/Equador Energia, que é uma gasolina ecoaditivada que usa a nanotecnologia GreenPlus, já utilizada na América do Norte e do Sul, Europa, Ásia e Oriente médio. Essa gasolina garante um rendimento maior de até 10% do combustível e 50% menos de emissão de poluentes. Clique aqui para conhecer mais sobre a Gasolina Duramais.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade