Tiguan Allspace e Jetta recebem nota máxima em segurança

Modelos da Volkswagen receberam cinco estrelas cada nos testes de segurança realizados pelo Latin NCap, órgão responsável por avaliar carros novos vendidos na América Latina e Caribe. O Tiguan Allsapce e o Jetta, ambos fabricados no México e comercializados no Brasil, receberam nota máxima em proteção para adultos e crianças na última rodada de testes divulgados pela instituição. Os resultados são válidos para todas as versões dos modelos.

LEIA MAIS

+ Elegemos cinco razões para você colocar um Jetta GLI na garagem

+ Tiguan bate recorde de vendas e fica atrás só do Compass nos SUVs médios

Com o resultados dos dois modelos, a Volkswagen agora possui seis veículos com nota máxima em segurança, o que torna a marca a líder entre os mais seguros do mercado. Também detêm classificação máxima os modelos T-Cross, Polo, Virtus e Golf.

Tiguan Allspace e Jetta foram premiados com o Advanced Award pela tecnologia de frenagem autônoma, que utiliza sensores localizado na região frontal do veículo para evitar uma possível colisão. Inicialmente, o sistema alerta o motorista através de sinais sonoros e visuais sobre a possível colisão; caso não haja reação do condutor, o veículo inicia automaticamente a frenagem.

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.

Adicionalmente o Tiguan Allspace também foi premiado pela tecnologia de Frenagem Autônoma com detecção de pedestres – os sensores dianteiros identificam pedestres que cruzam a frente do veículo. Quando uma situação de risco de acidente com pedestres é identificada, o sistema envia alertas sonoros e visuais ao motorista; caso necessário, inicia automaticamente a frenagem visando evitar o acidente.

Os modelos são produzidos sobre a Estratégia Modular MQB, que proporcionam o que há de mais avançado em termos de design, inovação, alta performance e segurança da marca. Suas estruturas combinam diversos tipos de aços.

Os testes do Latin NCAP incluem análise de impacto frontal – a 64 km/h contra uma barreira deformável descentrada (40%) –, impacto lateral (contra uma barreira deformável montada em um trenó a 50 km/h contra o veículo) e impacto lateral contra poste – o veículo é lançado lateralmente a 29 km/h em direção a um poste.

A classificação da proteção infantil é oferecida por meio da avaliação do comportamento dinâmico dos sistemas de retenção infantil (as “cadeirinhas de criança”) nos testes frontal e lateral, além da facilidade e segurança na instalação desses dispositivos.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade