Tiggo 5X evolui, muda visual e fica com cara de Tiggo 7 Pro

A CAOA Chery renova o SUV Tiggo 5X, que disponível em única configuração com a assinatura Pro. A marca aposta na tecnologia, no retoque do design e na mecânica que também recebeu atualizações. O preço de lançamento de R$154.990 é praticamente R$ 10 mil a mais comparado ao modelo anterior e vai pra cima do Creta Platinum de R$ 149 mil querendo morder o Renegade S de R$ 163 mil. No caso do Jeep, considere o acréscimo aproximado de R$ 8 mil para o teto solar na venda varejo.

LEIA MAIS

+ CHERY TIGGO 3X TURBO AGORA CONTA COM OPÇÃO BITON

O visual do Tiggo 5X Pro é uma assinatura e tanto para o produto. Na dianteira, a grade com desenho no formato dos diamantes chineses ganha destaque, assim como as luzes DRL em LED. Nas laterais, a silhueta foi mantida e, de novo você perceberá as rodas aro 18 redesenhadas. A traseira não mudou muito, mas ganhou ângulos mais retos no carro mais importante da cadeia produtiva da empresa no Brasil. O SUV entra na faixa de produção média de 1000 a 1.200 unidades por mês.

E quer saber, melhorou muito dentro da cabine. As atualizações com novos materiais de revestimento foram bem sensíveis a bordo. Gostei das duas telas digitais. A central multimídia saiu da testa do painel para ficar flutuante com 10,25″ e conectividade Android Auto e Apple CarPlay, além do painel de instrumentos, com 7″. Apenas achei o processamento lento, comparado aos modelos da concorrência, leia-se Creta, Renegade e T-Cross por exemplo.

Outra questão da cabine são as luzes coloridas do que vou chamar de tabeliê (como nas antigas) e das portas, que podem ser configuradas assim como os modos de direção Eco e Sport ou com o ritmo da música, com sete opções de cores diferentes. O teto panorâmico é de série e isso é um charme. O porta-malas permite 340 litros.

Para dirigir comece a anotar: a transmissão CVT simula nove velocidades e casou bem com a calibragem do motor 1.5 turbo flex de 150 cavalos de potência e 21,4 kgfm de torque. Na cidade anotei média de 8,5 Km/l. Vale a observação quanto a condução esportiva, que você elege no modelo de condução, bem justa e na troca das marchas que são feitas na alavanca. A mudança da transmissão foi outro bom acerto. Para a segurança, o Tiggo 5X Pro recebeu câmera 360° com alta resolução, nesse ponto impecável.

O carro é firme nas curvas e freia bem. A suspensão independente gera conforto. O SUV tem sistema de controle de tração e estabilidade, limite de desaceleração durante frenagem de emergência, smart pedal e distribuição eletrônica de frenagem.

Mas na tocada do carro, a direção não oferta as borboletas atrás do volante elétrico e faz falta para quem está acostumado com o sistema na estrada. Quem não tem o hábito de trocar de marcha sem tirar as mãos do volante de nada irá reclamar. Ei CAOA CHERY, coloca o banco do passageiro com ajuste elétrico porque a direção já tem regulagem de altura e profundidade.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade