Volks coloca tecnologia de ponta no Virtus

O mercado automotivo evolui muito rápido. Aqui no Brasil, há não muito tempo, os carros chamados de “pelados”, ou seja, sem vidro elétrico, ar-condicionado ou direção hidráulica, figuravam entre os mais vendidos. Mas isso mudou (ainda bem) e o brasileiro não aceita mais esse tipo de produto. A tecnologia embarcada passou a ser uma exigência dos consumidores e as montadoras se adequaram a essa nova realidade. Equipamentos que antes só eram vistos em modelos premium, acima dos R$ 100 mil, agora já podem ser encontrados em automóveis de categorias intermediárias. Bom exemplo disso é o Virtus. O novo sedã compacto da Volkswagen se destaca no segmento com uma lista ampla de equipamentos de série e opcionais que transformam o interior do carro em um ambiente amplamente conectado.

Mostradores e controles na cabine são quase todos digitais. Com orientação horizontal, o painel do Virtus promove a interação entre o painel totalmente digital Active Info Display e os sistemas de infotainment. A arquitetura do painel teve como objetivo posicionar o sistema multimídia na parte de cima, para poder ficar na linha direta de visão do motorista.

Localizado no meio da “ilha” preta brilhante fica a tela do sistema de infotainment. O único botão adicional nessa área é o do interruptor do pisca-alerta. À esquerda, a “ilha” chega ao nível dos instrumentos. Isso cria uma paisagem coerente para o cockpit digital, especialmente em conjunto com o Active Info Display (recurso inédito nessa categoria).

Assim como possibilita o amplo espaço interno, a Estratégia Modular MQB também é a “responsável” por possibilitar a instalação de tecnologias de classes de luxo em modelos produzidos em larga escala. Com isso, o Virtus traz a segunda geração do Active Info Display, sistema Discover Media com tela sensível ao toque de 8 polegadas e aparência de smartphone, além de duas entradas USB com capacidade de 2 ampères, entre outros itens.

No Active Info Display, as informações de navegação podem ser mostradas em 2D ou 3D, em uma tela de 10,25 polegadas, do tamanho de um tablet. Sua resolução de 1.440 x 540 pixels permite gráficos precisos e de alta qualidade. Por exemplo, o modo de navegação: nesse caso, o velocímetro e conta-giros são deslocados para os lados, a fim de criar mais espaço para o mapa. (como visto no vídeo acima)

Multimídia

Além do painel de instrumentos digital e sua tela de 10 polegadas, o Virtus traz na versão Highline o sistema Discover Media, que permite conectividade com os smartphones por meio do App-Connect (Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink). Com tela colorida sensível ao toque de 8 polegadas com sensor de aproximação, oferece ampla interatividade, com várias opções de informação e entretenimento. Permite conexão Bluetooth para até dois celulares e possui uma entrada USB – além das entradas no painel e para o banco traseiro. Traz também os recursos de comando de voz e navegação integrados.

Mas não é só na versão topo de linha que o Virtus oferece tecnologia e conectividade. Na Comfortiline, destaque para o Composition Touch, que traz uma tela colorida sensível ao toque de 6,5”, entradas USB, para SD-card e conexão Bluetooth e também permite conectividade por meio do App-Connect, comando por voz e acesso ao “Car Menu”, com ajustes do veículo por meio da tela. Também lê mensagens (SMS) e integra a imagem da câmera traseira de auxílio ao estacionamento. E a versão de entrada, a MSI, vem equipada com o Media Plus, que tem entradas USB e SD-card, conexão Bluetooth, rádio AM-FM e leitor de arquivos mp3.

Converse com seu carro

Além das telas e sensores, o Virtus também oferece o “manual cognitivo” – que usa IBM Watson para responder aos motoristas questões sobre o veículo, incluindo informações contidas no manual do carro. Esse sistema é inédito na categoria.

Eventuais questões sobre o carro podem ser respondidas por esse assistente inteligente, de forma simples e rápida. O aplicativo Meu Volkswagen conta com tecnologia do Watson para responder as questões em português e espanhol. Por exemplo, como utilizar o sistema de infotainment Discover Media de 8” e fazer o espelhamento de seu smartphone, ou como instalar corretamente a cadeirinha para transporte de crianças, entre outras informações.

O aplicativo permite aos usuários interagir e obter informações sobre a literatura de bordo do carro utilizando linguagem natural. A exemplo dos sites de buscadores na internet, o app Volkswagen terá campos para digitação e o microfone para que o usuário faça sua pergunta oralmente – a linguagem poderá ser natural, como em uma conversa informal.

O questionamento também pode ser feito por meio de imagem. Os usuários podem enviar fotos, junto às perguntas escritas ou de voz, e o aplicativo – por meio das tecnologias do Watson – avalia o conteúdo da imagem para elaborar uma resposta. Por exemplo, um motorista pode enviar uma foto do painel de controle e receber uma resposta sobre o que significa uma luz acesa no quadro de instrumentos e receber quais ações devem ser tomadas.

Por exemplo:

Pergunta: “Tem uma luz amarela piscando no meu painel.”

Resposta: “Por favor, tire uma foto do seu painel para que eu possa analisar.”

(É exibido o botão de câmera)

(Usuário tira a foto do painel com a luz acesa)

“Esta é a luz do controle eletrônico de potência. Isso significa que há possíveis avarias do motor, que podem causar um maior consumo de combustível e uma redução da potência. A Volkswagen sugere que você visite a sua concessionária para verificar esse problema assim que possível.”

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade