Tanque de combustível corresponde a quase 7% de renda familiar

O custo com o combustível é um indicador que pesa bastante na renda das famílias. Com a alta dos preços, a porcentagem de gastos também sobe. Para se ter uma ideia do custo, um tanque de combustível com 55 litros de gasolina comum corresponde a 6,8% da renda média domiciliar nacional.

O indicador que mostra o preço médio do tanque de combustível apresentou uma queda de 2,5 pontos percentuais em relação ao trimestre anterior, quando o índice chegou aos 9,3% – o maior percentual da série histórica.

Os dados foram apurados em meio a parceria da Veloe, hub de mobilidade e logística, e a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), que lançam o Panorama Veloe de Indicadores de Mobilidade.

LEIA MAIS
+ Jetvan se torna febre entre jogadores de futebol; conheça a van executiva

Quando o dado apresenta uma queda percentual, isso indica que a gasolina está mais barata em relação a renda média do brasileiro.

O monitoramento acontece em todo o Brasil, tornando-se uma ferramenta de gestão de preços e do impacto do custo do combustível no bolso das famílias.

Segundo a pesquisa, serão monitorados os preços de gasolina comum e aditivada; diesel comum e S-10; etanol hidratado e gás natural veicular.

Destaques de janeiro
O Monitor de Preços de Combustíveis registrou preços médios nacionais por litro abastecido de R$ 5,108 para gasolina comum; R$ 5,246 para gasolina aditivada; R$ 3,919 para etanol hidratado; R$ 5,143 para o GNV; R$ 6,424 para o diesel comum; e R$ 6,502 para o diesel S-10.

Artigos Recentes