Eventos Tecnologia

Se você gosta de tela grande, vai se amarrar no M-Byte, da Byton

Las Vegas – A nova Tesla vem da China. Como assim? Fácil de responder quando você começa a traduzir a start up Byton que produzirá carros elétricos e o começo de tudo, aliás a segunda fase da marca, está apresentada aqui na CES. O crossover M-Byte de painel escandaloso, são 49 polegadas e outras cinco telas de apoio tipo um tablet na base do volante projetando imagens externas, as funções do veículo, que aboliu os retrovisores, e está adaptado ao nível 4 do programa de autonomia (dirige sozinho) e as do console central de oito polegadas assim como a dos apoio de cabeça dos bancos do motorista e passageiro.

A Byton com sede em Nanjing, surgiu há dois anos fruto de uma parceria de ex-executivos da BMW e da Infinity, marca da Aliança Renault, Nissan, Mitsubishi, com investidores que aportaram 200 milhões de dólares de olho na largada da “concorrente” Tesla que nada de braçadas no segmento premium dos carros elétricos

LEIA MAIS SOBRE A CES 2019

+ Harley-Davidson apresenta LiveWire, sua primeira motocicleta 100% elétrica

+ O elétrico e veloz Leaf Nismo RC chama a atenção na CES em Las Vegas

+ Mercedes apresenta na CES 2019 o novo CLA, mais esportivo e bonito

+ Nissan “mostra o invisível” e confirma o Kicks híbrido para 2020 no Brasil

+ BMW apresenta a R 1200 GS autônoma que “auxilia” o piloto

+ Ford lança a C-V2X, espécie de anjo da guarda do trânsito

Daniel Kirchert, co-fundador e presidente da Byton falou durante o evento da empresa que as start-ups de veículos elétricos chineses estão lutando para enfrentar a Tesla e rasgou seda para as apostas de Elon Musk. Segundo Kirchert, o dono da montadora de Palo Alto, conseguiu o que muita gente duvidava: cuja derrubar a hierarquia automotiva de décadas dos grandes fabricantes globais.

Musk criou uma grife e a Byton está no mesmo caminho. O carro projetado é exibido em Las Vegas, já circulou pela Europa e foi exposto em junho do ano passado, em Oslo, na Noruega, tudo haver heim!

A start up mais conectada e próxima do mundo habitado pela Tesla acertou no carro, SUV que mira o Model X e porque não o Jaguar I-Pace. No detalhe de proposta da Byton é a apresentação do mais por menos e por isso estão trabalhando com aplicativos que integram navegação e música, entretenimento com tradução de agendas individuais (só programar) e roteiro do dia. Já pensou ter tudo isso gravado pelo comando de voz e exibido nas telas e no som do veículo. Nesse caso, o M-Byte.

Inteligência e reservas

No ano de largada dos elétricos inteligentes no mercado Chinês, o M-Byte já nasce para o mundo com a assistência do Alexa da Amazon (declaro que sou fã e usuário da inteligência artificial). Na China, o concierge será o controle de voz do Baidu. Divertido e confortável. São dois acompanhamentos que não vão concorrer com o design pra lá de moderno.

Quanto aos pedidos. Vamos lá. São mais de 40 mil reservas, disse Daniel Kirchert. E a maioria dos Estados Unidos e Europa ao preço médio de U$ 45 mil dólares. E você do Brasil? Vai arriscar o seu?

* Jorge Moraes viajou a convite da Ford

SBD VW Tcross

Baixe meu E-book

Inscreva-se para receber seu e-book gratuitamente

Acompanhe nosso canal

RET Audi Q5
RET TCross