Large Kicks
Mercado Nós testamos

Saiba qual Strada Cabine Dupla entrega melhor custo-benefício da gama

SBD 2 Moura Start Stop

A nova geração da Strada consolidou o sucesso de vendas da picape compacta da Fiat no mercado nacional. Desde o seu lançamento, há cerca de três meses, o modelo vem disparando nas vendas e se distanciando cada vez mais de seu principal concorrente, a Saveiro da Volkswagen. Tivemos a oportunidade de avaliar as três versões da carroceria cabine dupla e pudemos chegar a algumas conclusões, mas a principal é: a picape evoluiu em todos os sentidos e não deve ser ameaça nem tão cedo pelas (poucas) rivais.

A primeira que testamos foi a topo de linha, a Volcano com o motor 1.3 de até 109 cv e câmbio manual de cinco marchas. Por R$ 79.990, ela se destaca pela oferta de itens de série. Tem faróis em LED, central multimídia de 7 polegadas que conecta o seu celular sem cabo via Android Auto e Apple Carplay, além de itens exclusivos no visual que deixam a picape mais sofisticada. Podemos dizer que se trata de uma “Strada Goumert”, que chama a atenção por onde passa. É tanta gente olhando, apontando e perguntando sobre o carro, que a sensação é que estávamos pilotando um esportivo exótico.

Strada Volcano

Na sequência, a Fiat nos mandou a versão de entrada das cabines duplas, a Endurance. O choque foi inevitável. “Apenas” R$ 5 mil separam ela da Volcano. Claro que não é pouco dinheiro, mas diante do abismo que existe entre elas, esse valor parece irrisório. Além de perder aqueles mimos, a Endurance vem com o velho conhecido motor 1.4 EVO de até 85 cv e o mesmo câmbio MT5. Esse conjunto não deixa a Strada manca, mas não tem aquela sobra de disposição que o motor Firefly entrega. A direção elétrica também sai de cena na Endurance e dá lugar a pesada hidráulica que maltrata o condutor nas manobras lentas.

O visual da picape também ficou muito diferenciado entre a versão de entrada e a topo de linha, com a Endurance cheia de plástico na cor preta, parecendo mais um Mobi do que a Toro. Como se já não bastasse, as rodas de liga leve deram lugar as de aço com calotas. Ou seja, por essa diferença de preço, o modelo de entrada não é uma compra, digamos, inteligente.

Strada Endurance

Eis que a Fiat nos manda a intermediária Freedom (R$ 77.990), que custa R$ 3 mil a mais que a Endurance e R$ 2 mil a menos que a Volcano. Podemos dizer que a versão é o equilíbrio entre as opções de cabine dupla. Tem menos plástico aparente na carroceria, rodas de liga leve de 15 polegadas, volta a direção elétrica e o eficiente motor Firefly. Não tem faróis em LED e a central multimídia é opcional.

Foi com essa versão que mais rodamos. Cerca de 1.200 km em alguns dias. Na rodovia, o motor entregou um consumo de 11.9 km/l e na cidade a média caiu para 10,2 km/l, sempre com gasolina, ar-condicionado ligado e caçamba vazia.ais vendida no Brasil.

Resumindo, a Freedom cabine dupla é a compra mais inteligente dentro da gama da Strada para quem não faz a mínima questão dos mimos da Volcano, mas que também se assustará com a falta de quase tudo na Endurance. É o ponto de equilíbrio da picape mais vendida no Brasil.

SBD Parvi

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Lista VIP

Assine nossa lista e receba notícias em primeira mão.