Curiosidades Mercado

Grandes montadoras do Brasil anunciam fechamento de fábricas

As medidas de controle de disseminação do coronavírus já estão espalhadas em todo o mundo. Na indústria automotiva isso não foi diferente. Por aqui, as principais marcas do mercado nacional, Volkswagen, Toyota e GM, já anunciaram a suspensão das atividades nas suas fábricas no Brasil. Na China, origem do surto, e vários países da Europa as montadoras  também resolveram suspender as atividades.

LEIA MAIS

+ Porsche suspende produção na Alemanha por conta do coronavírus

Os impactos das medidas foram negativos para o setor, mas necessários. Só na China, as vendas caíram cerca de 79%. Por aqui, a Anfavea informou que ainda não existe uma previsão para a interrupção geral das produções das montadoras com fábricas no Brasil.

Desde o final do ano passado, com o fechamento das plantas chinesas, as vendas de veículos caíram 79% no mês em fevereiro. Por conta disso, foi pedido ajuda do governo. Com a chegada da pandemia na Europa, marcas como PSA, FCA, Ducati, Lamborghini, Porsche e Ferrari suspenderam as produções.

O caso mais recente foi da Porsche, que anunciou o fechamento das suas duas fábricas na Alemanha a partir da próxima semana por um período de 15 dias, a princípio. A justificativa oficial é que ao tomar essa atitude, a fabricante de carros esportivos responde às medidas implementadas pelas autoridades competentes. Além da proteção primária à força de trabalho, gargalos nas cadeiras de proteção globais não estão permitindo mais manter uma produção organizada.

Brasil

Lembramos que as montadoras já começam a sinalizar paralisações. Falamos com a assessoria de imprensa da GM, montadora que detém os modelos mais vendidos no Brasil, que anunciou férias coletivas. Os funcionários da General Motors ficarão em casa entre os dias 30 de março e 12 de abril. Em nota, a fabricante afirmou que o objetivo é ajustar a produção à demanda atual do mercado. A paralisação é válida para todas as cinco fábricas da montadora no país. Ainda segundo a Folha de São Paulo, outra montadora no Brasil que anunciou a suspensão na produção foi a
Mercedes-Benz, também com férias coletivas e também começando dia 30 de março a 19 de abril, além de utilizar o banco de horas para dar folga aos operários. O retorno está previsto para 22 de abril, mas a volta irá depender da situação do país.

LEIA MAIS

+ Veja como o coronavírus está afetando as fábricas da FCA no Brasil

A Volkswagen emitiu nota informando que realizará paralisação nas suas plantas já a partir da próxima segunda-feira (23).

Em São Bernardo do Campo, a Toyota vai dar o stop um dia depois da Volkswagen. A justificativa não poderia ser outra dizendo que toda a empresa está focada em conter o avanço da pandemia do coronavírus no país.

Por isso, para proteger os colaboradores e seus familiares, a montadora decidiu por interromper a produção em todas as suas quatro fábricas no Brasil a partir da próxima terça-feira, dia 24. Além disso, os colaboradores das áreas administrativas estão trabalhando somente de maneira remota.

Para as demais marcas, os cuidados foram redobrados. A FCA, por exemplo, que tem uma de suas plantas em Goiana, Pernambuco, anunciou medidas para conter a propagação da Covid-19.

Entre os procedimentos divulgados pela marca estão a redução em 50% dos assentos disponíveis nos restaurantes e suas redistribuições para permitir um maior distanciamento entre os usuários entre as refeições; limpeza intensificada do ambiente de trabalho e dos refeitórios e a instalação de dispensadores de álcool gel; e smart working – trabalho remoto – na área administrativa.

Pernambuco

No âmbito das concessionárias, que ainda estão com permissão de funcionar aqui no Brasil, a dica é a prevenção. Alguns cuidados de higiene estão sendo tomadas por todas as representantes comerciais das marcas.

A começar pelos modelos que são para test drive, estão expostos no show room e aqueles prontos para serem entregues, que receberam cuidados internos como isolamento do volante e da alavanca de marcha, além de terem disponível álcool gel dentro da cabine.

No quesito atendimento ao cliente, a parte administrativa das concessionárias também está adotando medidas preventivas. Os serviços estão sendo marcados e realizados pelo telefone ou Whatsapp e, em alguns casos, um funcionário pode ir até o cliente. Algumas lojas estão, inclusive, atendendo apenas com hora marcada.

Em tempo, vale reforçar o alerta para que as pessoas sigam as instruções da OMS e do Ministério da Saúde e só saiam de casa em caso de extrema necessidade. O combate do vírus depende de todos nós.Atendimento online e por telefone.

SBD Tiggo

Baixe meu E-book

Inscreva-se para receber seu e-book gratuitamente

300×250 NEO Blindados
RET Autoparvi Corolla