Nós testamos

RX450H é o novo SUV híbrido da Lexus que vem ao Brasil como topo de linha

SBD VW Virtus

Costa Rica – Na Costa Rica, um dos destinos mais verdes do mundo, que também pretende se tornar país neutro em carbono até 2021, a Lexus celebrou o Milestones e deu um giro de 30 anos de história para na Ilha do Papagayo, um dos paraísos locais (que deve ser visitado), ondem promoveu as primeiras impressões ao volante do novo RX450h. O SUV, sucessor do 350, representa uma das melhores experiências que tive a bordo dos utilitários de luxo feitos no Japão. Modelo finalmente está pronto para chegar no fim do ano, ou começo de 2020, ao Brasil para completar a gama 100% eletrificada da marca.

LEIA MAIS

+ Crossover compacto de entrada da Lexus chega às lojas por R$ 170 mil

Você pode disparar a pergunta sobre o que significa essa experiência de direção? Simples: perceber em cada traço ou acabamento a presença omotenashi – expressão japonesa que significa servir, tratar bem, ser hospitaleiro. O RX450h é fabricado na Terra do Sol Nascente como SUV milimétrico no acabamento, no prazer de dirigir e além disso é muito respondão. Como assim? Se pisar ele anda bem e a resenha disso tudo melhor é contemplar o silêncio a bordo.

Ah! Você é do tipo que prefere o ronco dos SUVs “esportivos” então pode tirar esse híbrido de conjunto seis cilindros, 3.5 litros a combustão associado ao elétrico (que juntos rendem 308 cavalos de potência) do seu cardápio. Caso contrário e ainda tenha a necessidade daquele lance dos sete lugares (a opção existe) permita-se continuar lendo o artigo e tire suas conclusões.

O utilitário de luxo tem energia para combinar com o motorista, dependendo do modo de condução (não escolha o esportivo agora) para entregar a autonomia de até 700 quilômetros sem que você precise abastecer. É praticamente fazer Recife/ Fortaleza parando no finalzinho do percurso. O modo Eco/EV é o amigo do seu bolso.

O equilíbrio de construção está em por toda parte e vamos começar por dentro. O RX 450h, ainda sem preço no Brasil, é todo conveniência com o condutor no comando de um elegante volante de multi funções, head-up display projetando as indicações de velocidade e GPS no pára-brisas e como complemento da cabine, uma nova tela multimídia widescreen de 12,3 polegadas. O monitor é panorâmico e projeta entre todas as funções de condução indicadas no console central e manuseadas no touch pad, a pegada do Apple Car Play e Android Auto. O som tem qualidade e merece meu respeito.

Vamos definir outros mimos do conforto ou do lifestyle, como queira falar. Veja o acabamento premium com couro e madeira em praticamente todo painel do veículo, teto solar panorâmico, memória para os assentos ventilados do motorista e passageiro, lembrando que os de trás também são elétricos. Os espelhos retrovisores são eletrocrômicos.

Mas o que cativa afinal é fechar a porta, apertar o cinto e acelerar para ver que as baterias sob o assoalho também ajudam na estabilidade e você percebe que naquele momento a suspensão retrabalhada, mais firme de forma independente, atua para manter o equilíbrio nas curvas de alta ou nos trechos de pedra. No detalhe, o sistema de tração 4WD.

No Brasil, Ignácio Funes, gerente de marketing da marca, afirma que “a linha Lexus composta apenas veículos híbridos, é um diferencial no segmento de luxo. E o RX, com previsão de chegada até o final deste ano, completará nosso portfólio também com motorização exclusivamente híbrida”.

Como é o design?

A frente implacável da F-Sport com essa grade do tipo bocão em preto piano trapezoidal e faróis com nivelamento de altura (adaptativos) são inconfundíveis e 100% LED com a mesma assinatura extensiva para as retocadas lanternas traseiras horizontais e expressivas. O design associado ao pacote de segurança, sim isso é possível porque além das bolsas de ar frontais, laterais, de teto e joelho, outros sensores de defesa para o motorista estão nele.

Por exemplo: sistema anti-colisão para pedestres e ciclistas, controle de cruzeiro por radar, assistente para alertar que o carro está saindo da faixa e leitura de reconhecimento de placas. As luzes auxiliares de neblina ficaram mais afiladas. As rodas aro 20 polegadas casaram com o estilo moderno do carrão.

O renovado RX 450h vive a melhor fase do motor 2GR-FXS DOHC V6. Quantas letras! O “X” no código do mecanismo indica que é um possante no ciclo Atkinson. Essa tecnologia mantém as válvulas de admissão abertas por mais tempo do que o normal, resultando em um torque de energia maior que o curso de compressão. O motor de acionamento primário do Hybrid Synergy Drive, MG2, produz 123 kW, que combinado com os 259 cavalos de potência do motor produz uma potência total de 308 cv e 0 a 100 km / h 8,1 segundos. A caixa é automática que simula uma atuação mais perceptível dos engates na função esportiva.

SBD Gasolina Dura mais 1

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Baixe meu E-book

Inscreva-se para receber seu e-book gratuitamente

Acompanhe nosso canal

300×250 NEO Blindados
RET Autoparvi Corolla
RET VW Virtus