Renegade ganhará motor 1.3 turbo no primeiro semestre de 2019

O que nós antecipamos na semana passada sobre a chegada do Jeep Renegade com motor turbo para duelar com o T-Cross no primeiro semestre de 2019 (veja aqui) foi confirmado por fontes da FCA (Fiat Chrysler Automobiles) ao jornalista Fernando Calmon, em colaboração para o UOL Carros. Segundo Calmon, o motor Firefly 1.3 turbo será inicialmente importado da Itália, podendo ser nacionalizado caso a demanda passe de 50 mil unidades por ano.

LEIA MAIS

+ O que esperar do segmento dos SUVs com a chegada do Volks T-Cross em 2019

+ Com o T-Cross, a Volks entra no disputado mercado dos SUVs compactos no Brasil

+ Conheça o Renegade Willys, versão limitada apresentada no Salão do Automóvel

+ Renegade 2019 é apresentado com novidades no estilo, tecnologia e com porta-malas maior

Na Europa, essa motorização de quatro cilindros tem duas versões, de 150 cv e de 180 cv, movidos a gasolina. A princípio, será importado a versão com menos potência exclusivamente para o Jeep Renegade, que ficaria no lugar do atual 1.8 flex de 139 cv/135 cv. Já o motor mais forte chegaria em um segundo momento para substituir o Tigershark 2.0 flex do Compass (186/174 cv).

A partir das versões Longitude, o Novo Renegade 2019 passa a contar com a maior tela multimídia da categoria, de 8,4 polegadas. Ela faz parte do mesmo sistema Uconnect aplicado no “irmão maior” Jeep Compass, outro sucesso sem paralelo no segmento. Dessa forma, é possível parear o smartphone por meio das interfaces Android Auto e Apple Car Play, para acessar pelo monitor do veículo aplicativos de navegação, como Google Maps e Waze e de música, a exemplo do Spotify e Deezer, apenas para citar alguns.

O Uconnect 8,4” permite ainda acessar as funções do ar-condicionado remotamente, por toques no monitor ou por comandos de voz. Por sinal, o tempo de resfriamento da cabine, em qualquer versão, ficou 20% mais rápido, graças a melhorias no sistema.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade