Renault e Geely assinam joint venture para fabricação de motores

A Renault e a Geely assinaram um contrato de joint ventura para formação de uma nova empresa para geração de motores a combustão, híbridos e de baixas emissões. A Aramco vai contar com 17 fábricas de motores e transmissões, distribuídos em 3 continentes.

A joint ventura tem 50% de participação de cada empresa e será controlada em conjunto por ambas. Segundo o site de imprensa da Renault, o objetivo é ter uma capacidade de produção anual de até 5 milhões de motores de combustão interna, híbridos, híbridos recarregáveis e transmissões. “A empresa fornecerá uma gama completa de motores de ponta para várias marcas em todo o mundo”, afirma a montadora francesa.

LEIA MAIS
+ Novo Volvo XC60 chega com novidades para linha 2024

Desde o início das atividades, a nova empresa deve fornecer para vários clientes industriais, incluindo o Renault Group, Geely Auto, Volvo Cars, Proton, Nissan, Mitsubishi Motors Corporation e PUNCH Torino. No futuro, a empresa poderá fornecer soluções completas de tecnologias de motores para outras montadoras de automóveis e estará aberta a outras parcerias para fortalecer a cadeia de valor.

“Nós não temos tempo a perder na corrida pela descarbonização de indústria automotiva mundial e devemos pensar e agir de forma diferente”, destacou o CEO do Renault Group, Luca de Meo.

Artigos Recentes