Renault anuncia parceria de descarbonização para Fernando de Noronha

A Renault anunciou mais um importante projeto no Brasil. Nesta segunda-feira (21), a marca francesa participou o lançamento do Projeto Trilha Verde, que está alinhado ao programa Noronha Carbono Zero.

LEIA MAIS

+ RENAULT APRESENTA NOVAS IMAGENS INTERNAS DO NOVO AUSTRAL

Na ocasião, a montadora fez a entrega de dez unidades do Renault Zoe E-TECH Electric, que serão utilizadas em Fernando de Noronha pelo projeto de Pesquisa e Desenvolvimento da Neoenergia Pernambuco, companhia energética do estado.

A nova frota do modelo 100% elétrico atende o objetivo do projeto de reduzir a emissão de CO2 na ilha, bem como preservar o seu meio ambiente, e será utilizada pela equipe da Neoenergia, administração da ilha, bem como por turistas. Além da Renault e da Neoenergia, o programa conta com a participação do Governo de Pernambuco, da administração distrital da Ilha de Fernando de Noronha e outros parceiros.

O conjunto de ações do projeto contempla ainda a instalação de duas usinas de geração de energia limpa por meio de placas solares, construídas pela Neoenergia, além do desenvolvimento e avaliação de soluções e modelos de negócios aderentes à realidade da ilha.

“Para a Renault, é um grande privilégio dar continuidade à nossa parceria que visa contribuir com o programa Noronha Carbono Zero, e assim ajudar na preservação da ilha de Fernando de Noronha, um patrimônio ecológico da humanidade”, destacou Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil.

A solenidade de lançamento contou ainda com a presença do governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, do presidente da Neoenergia Pernambuco, Saulo Cabral, e do administrador da ilha de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, entre outras autoridades.

Noronha com trânsito sustentável a partir de 2030

A entrega de dez unidades do Zoe E-TECH e a construção de novas usinas solares fotovoltaicas são mais um passo para reduzir a emissão de gases de efeito estufa e contribuir para o processo de descarbonização do arquipélago.

Pela Lei Estadual nº 16.810/20, baseada nos termos do programa Noronha Carbono Zero, a partir de 12 agosto de 2023 não será mais permitida a entrada na ilha de motos, carros, ônibus e caminhões movidos a gasolina, álcool e óleo diesel. E de 10 de agosto de 2030 em diante, o trânsito e a permanência no local serão definitivamente restritos a veículos com emissão zero de poluentes.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade