Produção de motos tem melhor semestre desde 2014

As motocicletas alcançaram um excelente resultado no primeiro semestre deste ano. Foi, inclusive, o melhor semestre desde 2014, segundo informou a (Abraciclo). Nos seis primeiros meses deste ano, a produção de motos registrou uma alta de 13,9%, na comparação com o mesmo período de 2022.

Em junho foram fabricadas 95.274 motocicletas, volume 6,3% inferior na comparação com o mesmo mês do ano passado.

No acumulado do ano foram emplacadas 780.070 motocicletas, aumento de 22,5% em relação ao mesmo período de 2022. No mês de junho foram emplacadas 140.387 motocicletas, aumento de 16,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

A média diária de vendas em junho, que teve 21 dias úteis, foi de 6.685 motocicletas.

LEIA MAIS
+ T-Cross é o SUV mais vendido no 1º semestre; veja o ranking

Projeções para 2023
A Abraciclo acaba de revisar sua projeção de produção de motos para 1.560.000 unidades em 2023, alta de 10,4% na comparação com o ano passado. “Alcançamos a melhor marca de motocicletas produzidas no primeiro semestre desde 2014. Com base nas projeções dos associados, aliado a um cenário macroeconômico favorável para o segundo semestre, acreditamos que a indústria alcançará um crescimento na ordem de mais de 10%”, afirma o presidente da Abraciclo, Marcos Bento.

A associação também revisou as estimativas de vendas no varejo e de negócios com o mercado externo. Os licenciamentos devem totalizar 1.511.000 unidades, crescimento de 10,9% na comparação com o ano passado. Já para as exportações, a nova estimativa é de que sejam embarcadas 49.000 motocicletas, retração de 11,5% em relação a 2022.

Com 408.942 unidades e 52,4% de participação no mercado, a Street foi a categoria mais emplacada no primeiro semestre. Em segundo lugar, ficou a Trail (145.364 motocicletas e 18,6% do mercado), seguida pela Motoneta (104.543 unidades e 13,4%).

No ranking de emplacamentos mensal, as posições foram mantidas: Street (72.991 unidades e 52% de participação no mercado), Trail (25.918 motocicletas e 18,5%) e Motoneta (19.767 unidades e 14,1%).

Confira o ranking:

Artigos Recentes