Peugeot apresenta o novo 208 com motorização 1.0 Firefly

A Peugeot apresentou a nova geração do compacto 208. O modelo agora conta unicamente com a motorização 1.0, destacando uma pegada mais econômica para o dia a dia do consumidor brasileiro.

LEIA MAIS

+ NOVO PEUGEOT 208 ESTÁ DISPONÍVEL NO MERCADO POR R$ 72.990

Disponível nas versões Like e Style, com preços a partir de R$ 72.990, o novo propulsor do hatch foi desenvolvido no Brasil, através de uma ação conjunta da Stellantis em Porto Real (RJ), Betim (MG), além da equipe de Palomar (Argentina).

O motor biocombustível é equipado com duas válvulas por cilindro, com melhoria no rendimento em giros reduzidos, gerando maior economia de combustível. A potência alcança os 75 cv com 10,7 kgfm de torque quando abastecido com etanol. De acordo com a marca, o Firefly foi desenvolvido para ter durabilidade mínima de 240 mil km.

Na cabine, o 208 vem de série desde a versão Like com itens como a central multimídia Connect 10,3″ com conexão wireless de Android Auto e Apple CarPlay. Além disso, o modelo oferece luzes diurnas em LED no formato de dente de sabre, além de vidros e retrovisores elétricos, entras USB, airbags e controle de estabilidade e tração, entre outros.

Já o mais completo, Style, que custa R$ 79.990 recebeu uma pegada mais urbana graças a grade exclusiva em dark chrome, faróis com detalhes cromados e tecnologia full LED, e luzes DRL também no formato de dentes de sabre.

Pegada urbana

Apesar de a Peugeot ter colocado a gente para testar o novo Peugeot 208 com motor aspirado em uma pista de corrida, ficou claro que a pegada do compacto é essencialmente urbana. Não espere um grande fôlego do motor 1.0 de 75 cv e 10,7 kgfm de torque.

O hatch tem uma boa saída e anda razoavelmente bem em baixas rotações. O câmbio manual de cinco marchas poderia ter engates mais curtos e precisos, como vemos no HB20 e Polo, mas consegue ser mais esperto que do seu agora “primo” Argo.

O foco da Peugeot para as versões Like e Style vai ser na eficiência do hatch. O modelo detém agora o título de carro mais econômico no ciclo urbano entre os modelos com motor aspirado. A média de 14,7 km/l vai atrair muita gente em tempos de gasolina nas alturas.

O visual do carro, principalmente da versão Style, é outro atrativo e diferencial forte no segmento de carros abaixo de R$ 80 mil. O 208 esbanja ousadia no design e com o conjunto full-LED é imbatível.

O mesmo vale para a cabine. Verdade que o material do console, portas e bancos é simples, como o dos rivais, mas ao menos tem um aspecto de melhor acabamento.

E quando falamos de lista de equipamentos de série então… aí o Peugeot 208 Style é imbatível. Não é à toa que os executivos da Peugeot falaram várias vezes: “Esse é o hatch 1.0 aspirado mais equipado do mercado”. E é verdade. Teto panorâmico, carregador por indução, central de 10,3 polegadas com pareamento sem fio, rodas de liga leve de 16’’ e faróis full-LED: esse conjunto você não encontrará em nenhum outro carro dessa faixa de preço.

As duas novas versões darão um grande fôlego à Peugeot no Brasil. Os executivos da marca falam em um aumento de pelo menos 60% das vendas com a novidade, mas isso poderá ser apenas um ponto de partida, caso a montadora consiga trabalhar na manutenção dos preços e, fundamentalmente, conseguir entregar o carro.
(Bruno Vasconcelos)

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade