Pensando em comprar um sedã compacto? Veja se vale esperar pelas novidades

Quem precisa de um carro com espaço interno para a família pensa logo em colocar um SUV na garagem. Os utilitários viraram mania no mundo e, no Brasil, estão “engolindo” vários segmentos, como já fizeram com as peruas, minivans, hatches médios e, agora, estão afetando até os sedãs médios. Entretanto, ter um SUV na garagem exige um orçamento mais “recheado”, uma vez que eles partem ou ficam interessantes na casa dos R$ 80 mil. Por isso, os sedãs compactos ainda são uma boa opção para quem quer ou precisa de espaço para os passageiros e para as bagagens. E, neste ano, teremos opções interessantes chegando. Vale a pena esperar? Vamos avaliar:

PRISMA
O líder absoluto entre os sedãs pequenos e compactos (a Fenabrave faz essa distinção dentro do segmento) é o Chevrolet Prisma. No ano passado, o sedã de entrada da GM emplacou nada menos que 71.735 unidades, números bem superiores ao segundo colocado Virtus, que registrou 41.634 unidades. Para desespero dos rivais, o Prisma deve ampliar essa liderança com a chegada da nova geração, prevista para o segundo semestre como linha 2020.

LEIA MAIS

+ TOP10 dos sedãs: Volkswagen Virtus foi o melhor estreante de 2018

+ Segredo: novo Versa será o próximo lançamento da Nissan no Brasil

+ Hyundai apresenta conceito Saga, que antecipa o estilo do novo HB20

+ Com a gasolina nas alturas, escolher um motor econômico, como do Virtus é uma saída

+ Volkswagen apresenta versões GTS do Polo e do Virtus no Salão de São Paulo

Conforme imagens e informações vazadas na China, onde o sedã chegará primeiro, o novo Prisma será maior (4,474 metros de comprimento por 1,730 m de largura e 1,471 m de altura e entre-eixos de 2,600 m), com dimensões próximas ao Cobalt – que deve se aposentar em breve -, e com estilo mais moderno. A Chevrolet vai manter o visual da linha atual para a versão de entrada Joy, que é uma das mais vendidas.

O novo Prisma também terá a missão de enfrentar o Virtus, que estreou no ano passado e já foi para a vice-liderança entre os sedãs compactos e pequenos. Para isso, no entanto, a Chevrolet terá que preparar versões mais “recheadas” do Prisma com a motorização 1.0 turbo, esperada também para este ano. Desta forma, o três volumes da GM deverá ter versões topo de linha com conjunto mecânico turbinado e transmissão automática na casa dos R$ 75 mil.

VERSA
Quem também será renovado neste ano é o Nissan Versa. Durante o Salão de Detroit, José Luis Valls, Chairman da Nissan para a América Latina, confirmou que o próximo lançamento da marca no Brasil será a nova geração do sedã compacto.

Nissan Lannia

A Nissan vai apostar na tecnologia para acompanhar Virtus, Prisma e os demais rivais. Além disso, o visual será bem modificado, seguindo a identidade inaugurada pelo Altima e que foi antecipada pelo Lannia, na China, ainda em 2015 (foto acima).

O Versa sempre apostou na relação custo/benefício e no espaço interno para vender mais de 27 mil unidades no ano passado. Isso não deve mudar com a chegada da nova geração. A Nissan deverá manter versões de entrada com preços competitivos e ainda apostar em unidades recheadas de equipamentos para atrair consumidores que hoje miram no Virtus.

VIRTUS GTS
Estreante mais bem sucedido em 2018 com 41.634 unidades vendidas, o Virtus não terá que se esforçar muito para manter sua trajetória de sucesso. Consagrado pela eficiência dos conjuntos mecânicos da Volkswagen (MSI e TSI), o Virtus vai vestir a roupa esportiva para trilhar em novos caminhos.

O Virtus GTS – que conheci de perto no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018 – deve chegar ainda neste semestre. Não será um carro de grande volume de vendas, mas agregará uma imagem ainda mais moderna e tecnológica para toda a gama do sedã.

Puxado pelo motor 250 TSI (1.4 turbo de 150 cv) e com transmissão automática de seis velocidades, o Virtus GTS é baseado na versão topo de linha Highline, com todos os opcionais incluídos. Seu preço deve ficar na casa dos R$ 90 mil.

HB20S
Quem também muda no final deste ano é o HB20 S, acompanhando as mudanças do Hatch na linha 2020. A Hyundai faz muito mistério sobre o lançamento, com alguns modelos muito camuflados sendo flagrados pelo Brasil. O que se sabe é que o visual do hatch terá muita inspiração no conceito Saga EV apresentado no Salão de São Paulo (veja aqui), o que deve ser levado também para a dianteira do sedã.

KA E CRONOS
Outros dois sedãs compactos bons de vendas, o Ford Ka e o Cronos não terão grandes novidades para 2019. O modelo da Ford colhe os frutos do lançamento das versões com câmbio automático de seis velocidades, o que elevou o patamar (e os preços) do compacto. O Cronos estreou em 2018 com forte apelo no custo/benefício de suas versões de entrada e deve se manter bem nas vendas.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade