Publicidade

Novos ID.3 e ID.4 prontos para serem lançados no Brasil

Publicidade

SÃO PAULO – Promessa cumprida. Pablo Di Si, CEO da Volkswagen América do Sul, falou que daria início ao novo universo elétrico da marca com a família ID no Brasil. Dirigir o ID. 3 e ID.4 foi encontrar, de fato, a nova montadora conectada com o presente eletrificado.

LEIA MAIS

+ VOLKSWAGEN APRESENTA OS NOVOS ELÉTRICOS ID.5 E ID.5 GTX

Quando? E quanto? Por enquanto só dentro da cabeça do executivo que destrava a estratégia de lançamento para o próximo ano ou começo de 2023. Oa preços de hoje devem mirar seus concorrentes Volvo XC40, Chevrolet Bolt e Nissan Leaf, por exemplo. Sendo preciso, Pablo joga o primeiro tempo com os concessionários que estiveram na quarta-feira, com o chefão da montadora para acertar detalhes: leia-se da parte da estrutura para atender aos clientes, das tomadas, carregadores, vida no pós-venda. Porque o que já acontece hoje ele quer evitar.

Não adianta comprar um carro elétrico se você não acertou como vai carregá-lo sem ter que levá-lo a shoppings, postos ou home center nos fins de semana. E deixar lá até “encher o tanque” e não gerar empatia, largar a turma dos híbridos que fica esperando por mais tempo até você carregar o seu 100% elétrico.

Outro lance da VW será garantir roteiros, destinos que permitam o uso com tranquilidade do range dos veículos, 426 quilômetros para o ID3 e 522 Km para o ID4. Ambos são montados sobre a exclusiva plataforma MEB do grupo VW.

De volta no tempo, um dia desses, o ID. 3, foi apresentado pela primeira vez em 2019, durante o Salão Internacional de Frankfurt e eu estava lá. Já o ID. 4 teve sua estreia em 2020. Por aqui, estão sendo exibidos inicialmente em duas versões: a First Edition Plus e a First Edition Max.

Ambos possuem motor elétrico com 204 cavalos de potência e 310 Nm de torque. A bateria que alimenta o sistema possui 58 kWh e 77 KWh respectivamente. Associada a uma transmissão automática com alavanca posicionada ao lado do volante, no painel.

Mas dados do carregamento apontam para oito horas no seu box de casa e considerando uma recarga rápida, a promessa é de recuperar até 80% da bateria em aproximadamente 50 minutos, dentro do esquema de recarga DC (100 kW).

Do lado de fora, o frontal que destaca os faróis Iq light, como no Taos, com um filete de LED unindo as duas peças na grade que tem o logo branco. A silhueta do ID. 3 me pareceu mais agradável. As lanternas também são “bem futuristas” e na rodagem, aro 20 no 3 e 21 no 4. Vamos resumir assim.

Por dentro, luxo, espaço, conforto, simplicidade e a entrega dos sonhos para um VW. Você não vai reclamar do plástico. anote aí. O carro é sensitivo e tem tecnologia de ponta, versatilidade nas telas do cluster, atrás de volante e na central. Além do novo retrato para a entrega de dados do head up display. Outra coisa, da uma olhada no desenho da chave presencial. Outro acerto.

No drive, inteligência, recupere energia e torne a direção mais divertida no modo B, o carro te protege com sensores e controle para seus passos equivocados. O ACC é uma espécie de lord das ruas e o torque de 31 quilos resolve a pedida com leve toque de emoção.

Palavra que sobra e não compete com o silêncio a bordo quebrado pela chuva que caía na imensidão do teto panorâmico. Tanto do ID.3 quanto do ID.4, esse último deve concorrer com o Volvo XC40. Nessa ordem direta e tomara que custe bem menos.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade