Publicidade
Vídeos

Novo HB20 estreia em setembro com novo motor turbo que já testamos

Namyang (Coreia do Sul) – Gostinho de quero mais. Vou começar o artigo dessa forma porque não revelar o HB20 para vocês como vem ao mundo não é justo. Mas vamos seguir com o tema. A segunda geração do compacto best-seller da Hyundai chega entre setembro e outubro nas versões hatch, X (cross – que é 80 mm mais alto) e o alinhado sedã. Novidades externas ainda camufladas escondem um carro de entre-eixos maior em 30 mm, mais robusto, de design marcante e cabine com mais recursos de entretenimento. Quem lembra do conceito Saga apresentado no Salão de São Paulo do ano passado pode usar a referência, pois há muitas semelhanças.

LEIA MAIS

+ Hyundai apresenta conceito Saga, que antecipa o estilo do novo HB20

A frente com a nova assinatura da marca é praticamente comum aos modelos, com destaque para os cromados frontais do sedã. Os faróis redesenhados trazem uma outra assinatura em LED, as lanternas traseiras são maiores do que imaginei para o projeto e o time de design mandou melhor na composição carroceria, lanternas e para-choque para o modelo X e ainda tirou nota dez nos traços do sedã que parece um mini Sonata, mesmo fazendo um pouco de referência à traseira do Peugeot 408.

O estilo do capô liso e laterais de dois vincos revela um carro mais robusto, de design leve, integrado, segundo Lee SangYup, vice-presidente global de design. O alto executivo explicou detalhes do projeto na clínica dos carros, sem qualquer disfarce, para exibir detalhe a detalhe as alterações em todos os pontos dos veículos.

Por dentro, além de mais espaço para as pernas com o aumento do entreeixos os carros ganharam um banho de modernidade com cluster (relógio de velocímetro) digital com conta giros analógico. A tela do painel com friso em preto piano é flutuante e de oito polegadas para animar a turma com Car Play e Android Auto. Os bancos foram redesenhados assim como o volante e suas funções. A direção passou a ser elétrica. O ar no topo da gama tem indicador digital. A câmera de ré tem linhas que registram a manobra.

Os motores são 1.0 turbo de injeção direta com 120 cv, caixa automática de seis velocidades e 17,5 quilos de torque. O 1.0 aspirado de 80 cavalos, no Etanol, usa a transmissão manual de cinco marchas. Ah! Aquele tanquinho chato já era. Lembro que o 1.6 está descartado na largada do projeto. A opção do botão de partida com chave inteligente foi lançada. No sedã, o porta-malas cresceu 20 litros e foi a 470 l, no hatch são 300 l. Teto solar esqueça. Vai continuar sendo exclusividade do Yaris.

Na rodagem aro 15 polegadas e 16 para o HB20 X mais juventude. Textura das rodas do sedã e do cross são mais arrojadas em relação ao carro mais clássico. A Hyundai também vai oferecer nos HBs mais calibrados, acredito, alerta de colisão dianteiro, assistente de permanência da faixa, paddle shifts atrás do volante e cinto de três pontos no assento traseiro para todos os ocupantes.

ME CONHEÇA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Lista VIP

Assine nossa lista e receba notícias em primeira mão.