Mobi, Argo, Cronos: conheça o significado dos nomes dos carros da Fiat

Dar nome aos carros não é uma tarefa fácil. São muitos modelos no mercado e o nome pode ser um aspecto decisivo para quem busca um carro. Um nome errado pode até fazer com que as vendas não decolem.

Segundo a Fiat, um bom nome precisa ser simples, significativo e diferenciado, mas ao mesmo tempo deve trazer novidade, ser memorável e carregar uma história. Além destes fatores, é essencial que as nomenclaturas sejam entendidas e pronunciadas em diferentes países.

A marca italiana tem diversos carros no Brasil que também estão em outros mercados. Mas você sabe o significado dos nomes dos carros da Fiat?

LEIA MAIS
+ Citroën C3 tira zero estrela no Latin NCAP e Stellantis diverge

Conheça o significado de alguns nomes dos carros da Fiat vendidos no Brasil atualmente e do nome da própria marca:

Fiat: a marca carrega suas origens no seu nome já que F-I-A-T é uma abreviatura de “Fabbrica Italiana di Automobili Torino”. As palavras são em italiano porque a marca surgiu em Turim, na Itália, em 1899.

Argo: remete ao mito grego de Jasão e os Argonautas que viajavam a bordo da nau Argo, construída pelo semideus Argos, sob orientação da deusa Atena. Depois de cumprida sua missão, Argo foi consagrado à Poseidon e se transformou na Constelação de Argo.Vale dizer aqui que o hatch premium é uma das estrelas da Fiat e está entre os veículos mais vendidos do Brasil.

Cronos: foi criado em referência ao mais jovem dos titãs, filho de Urano e deus do tempo, capaz de reger todos os destinos. O Fiat Cronos chegou com o propósito de mostrar que a passagem do tempo para a Fiat se materializa em uma jornada de renovação.

Fastback: o modelo leva a mesma denominação do carro conceito apresentado no Salão do Automóvel de 2018, que serviu como inspiração e foi elogiado mundialmente por seu design que trazia a harmonização perfeita entre os desenhos de um SUV e um coupé. O nome Fastback faz referência direta a uma categoria super seleta de carros que têm em comum o desenho veloz e curvas dinâmicas da carroceria.

Mobi: o nome surgiu de um estudo da Fiat sobre cidades e o desejo de unir o urbano e o funcional em um veículo prático e fácil de dirigir. O nome é relacionado a esta vocação, lembrando a palavra mobilidade.

Pulse: em uma estratégia inédita na indústria automotiva nacional, a Fiat engajou milhares de pessoas em uma votação aberta para nomear o seu novo modelo. Com 65% da preferência do público, Pulse levou a melhor. Não é por menos, já que a nomenclatura permite inúmeras associações, têm energia, movimento e é conectado. Ele expressa a essência e a personalidade do veículo: um SUV com a alma da Fiat, mas que, ao mesmo tempo, possui o seu próprio ritmo.

Strada: desde 1998 o nome é usado na picape compacta que é atual líder do mercado brasileiro. Strada significa estrada em italiano e remete ao sentimento de liberdade que o modelo pode proporcionar ao motorista.

Titano: inspirado na entidade da mitologia grega que enfrenta Zeus e os demais deuses do Olimpo em sua ascensão ao poder. Além disso, pode ser vinculado também ao metal titânio, o mais resistente usado pela indústria de alta tecnologia, conferindo alta resistência e durabilidade. A denominação faz referência a toda a força que a nova picape da Fiat terá.

Toro: Assim como muitos veículos da Fiat, a picape que estreou o conceito SUP (Sport Utility Pick-up) tem seu nome derivado do idioma italiano. Toro significa Touro e está relacionado à robustez e força do animal.

Artigos Recentes