Mercado brasileiro fecha fevereiro em queda mais uma vez

Depois de registrar o pior janeiro em 17 anos, o segundo mês do ano também fechou com queda expressiva nas vendas. Só houve um comparativo no azul, em relação ao primeiro mês com um aumento de apenas 3,08%.

LEIA MAIS

+ PRIMEIRO MÊS DO ANO TEM QUEDA EXPRESSIVA NAS VENDAS

Porém, quando comparado com o mesmo mês do ano passado, fevereiro sofreu uma queda na comercialização de veículos de mais de 24%. O número em relação ao acumulado dos dois primeiros meses a diminuição é maior, de menos 26,17% nas vendas.

O que antes poderia ser colocado na conta apenas da pandemia da Covid-19, agora divide espaço com o conflito armado testemunhado na Europa entre Rússia e Ucrânia. Apesar de ter começado no final de fevereiro, já é possível observar os impactos no mercado mundial, inclusive o automotivo.

Em relação ao ranking dos mais vendidos, poucas mudanças. A Fiat permanece em primeiro lugar com a picape Strada, que emplacou expessivas 7.314 unidades em fevereiro. Na segunda e terceira colocações houve uma troca. O GM Onix subiu para a vice-liderança com 6.541 emplacamentos, seguido do Hyundai HB20 fechando o pódio com 6.161 vendas.

Entre os SUVs, a Jeep perde a liderança para o Volkswagen T-Cross (4.503 modelos vendidos), mas aparece em segundo lugar com o Compass, que emplacou 4.503 novas unidades. Em terceiro lugar está o Hyundai Creta, que vendeu 4.163 novos utilitários.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade