Publicidade

Maverick é confirmada pela Ford para disputar mercado com a Toro em 2022

De olho no crescente mercado de picapes, a Ford confirmou a chegada da Maverick no Brasil, programada para estrear no primeiro semestre 2022. O modelo chegará para rivalizar diretamente com a líder Fiat Toro, no porte médio/compacto. O anúncio da chegada da Maverick foi feito por Daniel Justo, presidente da Ford América do Sul, que destacou as características únicas do veículo e a sua importância no fortalecimento do portfólio de produtos da marca na região.

LEIA MAIS

+ Ford decreta o fim da marca Troller para o Brasil

“A chegada da Maverick é mais um lançamento dentro da nossa estratégia de trabalhar com os pilares em que a Ford tem sucesso no mundo, com um produto inovador e conectado. A fidelização e atração de novos clientes é outro ponto essencial na estratégia da empresa, apoiada na qualidade dos produtos e serviços e no uso cada vez maior da conectividade”, diz Daniel.

A Ford vai posicionar a Maverick como porta de entrada na linha de picapes, como alternativa para os clientes de sedãs e SUVs. “A Maverick é uma picape inovadora, sem dúvida, uma picape Ford Raça Forte”, destaca o executivo. “Ela surpreende pela versatilidade, tanto no interior como na caçamba, pelo tamanho, pelo design, pela tecnologia e dirigibilidade. Nos testes que fizemos aqui todos ficaram impressionados com o produto.”

Nos Estados Unidos, a Maverick teve a pré-venda iniciada em junho e já é um sucesso, com mais de 100 mil reservas, sendo 36 mil só na primeira semana. O nome Maverick, em inglês, significa independente, inovador e foi usado no cupê esportivo que se tornou um ícone dos anos 70 no Brasil e nos Estados Unidos. A semelhança, porém, fica restrita ao nome, já que se trata de veículos com conceitos totalmente diferentes.

Medidas
O modelo da Ford tem medidas semelhantes às da Toro: empata na largura (1.84 m) e altura (1,74 m), mas ganha no comprimento em 13 centímetros com seus 5,07 metros e no entre-eixos 8 cm maior (3,07 m contra 2,99 m da Toro). Comparando com a Ranger, por exemplo, a Maverick é cerca de 30 centímetros menor no comprimento.

Esse porte visivelmente mais avantajado da Maverick foi inspirado na irmã mais bem-sucedida, a F-150. O estilo da dianteira, com faróis em “C” e a grade repartida se assemelha bem com a picape best-seller.

Motorização
O novo Ford Maverick nos Estados Unidos está disponível em três configurações, XL, XLT e Lariat, que dividem o mesmo motor 2.5 híbrido. O propulsor a combustão é capaz de desenvolver até 164 cavalos e 21,4 kgfm de torque, trabalhando em combinação com um elétrico de 128 cv e 23,9 kgfm de torque. De acordo com a marca, a potência combinada chega a 193 cv, com transmissão CVT e tração dianteira.

Ainda existe a opção do motor 2.0 EcoBoost turbo, que desenvolve bons 253 cavalos e 38,3 kgfm de torque, associado a um câmbio automático de oito velocidades e tração integral. Esse é o conjunto mais provável para o mercado brasileiro na largada, seguindo a mesma estratégia do Bronco.

Tecnologia
Em relação à tecnologia embarcada, a Toro se preparou bem para a chegada da moderna picape da Ford. A Fiat modernizou no interior de seu utilitário, promovendo a conectividade sem fio na cabine e até de forma remota através de APP. A Maverick terá tudo isso também, baseado no que vimos no Bronco. Então, nesse quesito, as rivais estão bem pareias.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade