JAC investe nos elétricos e lança cinco modelos de uma vez

Mostrando que a eletrificação dos veículos tem espaço para todas as montadoras, a JAC decidiu entrar de vez nesse nicho de mercado. Isso porque a montadora chinesa lançou de uma vez só quatro modelos e já tem mais um programado para ser apresentado em dezembro deste ano. A ideia principal é colaborar com a diminuição das emissões e preservação da natureza.

LEIA MAIS

+ JAC se aventura no segmento premium com o SUV T80 por R$ 139.990

“Enquanto algumas marcas têm um carro elétrico em sua linha… a JAC Motors tem uma linha de carros elétricos para você”. Essa é apenas uma frase que compõe uma das peças da campanha publicitária que a JAC Motors prepara para a chegada de seus cinco modelos 100% elétricos no Brasil. Mas é emblemática. São três utilitários-esportivos, uma picape cabine dupla e um caminhão que estão sendo apresentados de uma só vez no mercado brasileiro, com a pretensão de escreverem um novo capítulo da história da mobilidade no país.

A novidade que ainda pouco se sabe é o caminhão totalmente elétrico produzido em série, o iEV 1200T, que terá capacidade para seis toneladas de PBT, 97 kWh e 200 km de autonomia. O preço? Já foi divulgado e custa R$ 259.900. A JAC ainda está apostando na primeira picape 100% elétrica produzida no mundo que vai se chamar JAC iEV 330P. Ela terá 67 kWh e 320 km de autonomia. Sua chegada ao mercado está prevista para abril de 2020 por R$ 229.900.

Mais três modelos elétricos da JAC estarão disponíveis no mercado, começando com o pequeno iEV 20, o modelo de entrada tem suas primeiras entregas agendadas para janeiro de 2020 por R$ 119.900, com 21,9 kgfm de torque, possui 41 kWh de capacidade máxima de carga e 320 km de autonomia. O SUV de porte médio, iEV40, serão entregues ainda no mês de setembro por R$ 153.500. A novidade tem 115 cv e 27,6 kgfm de torque, possui 40 kWh de baterias e atinge 300 km de autonomia. Já o utilitário de grande porte, o iEV 60, será, de acordo com a JAC, o modelo 100% elétrico mais refinado tecnologicamente do mercado brasileiro. Chega em julho de 2020 com 63 kWh de capacidade de carga e autonomia de 380km, por R$ 198 mil.

A ideia de apresentar cinco modelo de uma vez partiu da iniciativa de marketing da JAC Motors Brasil, que objetiva aprimorar a imagem da marca e torná-la amiga do meio ambiente. “Resolvemos assumir a vocação de buscar um mundo melhor e investimos seriamente numa significativa evolução do nosso modelo de negócio. Por isso vamos lançar cinco modelos de uma só vez. Manteremos nossa linha de modelos térmicos, com motores tradicionais, embora a família de elétricos assuma o protagonismo na marca. A ideia é chacoalhar o mercado e instantaneamente dar várias opções de compras em segmentos diversificados”, explica Sergio Habib, presidente do grupo SHC e da JAC no Brasil.

A tecnologia empregada pela JAC nas novidades também merece destaque. Entre os itens que a montadora apostou estão baterias de íon-lithium com sistema líquido de arrefecimento; sistemas eletrônicos e conectores utilizados em indústrias aeroespacial; sistema de trava de cabo de recarregaemento quando está sendo utilizado, ele só libera o engate quando destravado pelo controle remoto de abertura das portas do carro; i-Pedal, tecnologia que regenera a carga das baterias nas desacelerações, podendo ser intensificada pela função ECO, disponível no painel de instrumentos; quadros de instrumentos com escala gráfica de consumo instantâneo; sistema de telemetria com monitoramento à distância pela Central de Atendimento da marca; e exclusivo aplicativo para smartphone que possibilita a verificação da carga da bateria, autonomia, situação de recarga durante o carregamento e ainda conta com um sistema de rastreamento e telemetria com diagnóstico à distância.

No Brasil, a nova linha iEV da JAC Motors estreia com soluções abrangentes para auxiliar o consumidor nas tarefas de recarga. A marca homologou a EDP Brasil, empresa global de energia, que faz a instalação de um equipamento apropriado para ser integrado à rede elétrica da residência do usuário, chamado Wall Box. Para recarregar o veículo em qualquer outra localidade, o usuário pode fazer uso do cabo de carregamento portátil, que é oferecido como opcional no ato da venda (R$ 3.990).

De olho no potencial de crescimento dos veículos elétricos no Brasil, o Banco Santander também firmou parceria com a JAC Motors. Com uma linha especial de financiamento para quem quiser adquirir um modelo da linha iEV, o Santander assume o pioneirismo de seu segmento, atendendo a uma demanda que certamente irá mantê-lo como protagonista no futuro. Já a Sura Seguros, tradicional empresa do setor, anunciou que trabalhará com linhas exclusivas de prêmios para segurar os modelos da marca. Com taxas bem abaixo das de mercado, a Sura promete trilhar o mesmo caminho de EDP e Santander nessas parcerias estratégicas com a JAC Motors.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade