Curiosidades Mercado

GNV é saída para diminuir os gastos com combustível

O aumento constante no preço dos combustíveis está pesando cada vez mais no bolso dos consumidores brasileiros. A inflação, impulsionada pela pandemia fez os valores na bomba aumentarem, de janeiro a julho de 2021, cerca de 22,5%.

LEIA MAIS

+ Carros com kit GNV instalado e a mecânica do carro

Como forma de tentar contornar esse gasto, muitos motoristas estão recorrendo à um investimento importante no setor, o de Gás Natural Veicular (GNV). A conversão de motores a gasolina e álcool para o GNV tem se mostrado o melhor caminho. A alternativa pode gerar uma economia de até 50% no bolso dos proprietários de veículos.

Mas, antes de tomar a decisão, é preciso ponderar os prós e contras, uma vez que o barato pode sair caro. Antes de mais nada é importante procurar uma convertedora registrada pelo Inmetro. Além disso, é preciso realizar a inspeção veicular, que detecta possíveis falhas na instalação, evitando acidentes.

De acordo com o diretor técnico do Instituto Brasileiro de Inspeção Técnica Veicular (Ibra-ITV), Wagner Barbosa, uma inspeção técnica representa segurança para o condutor e seus passageiros. “Além de profissionais capacitados, dispomos de equipamentos capazes de observar os defeitos e encaminhar os veículos para correção, prevenindo a ocorrência de futuros problemas. Reforçamos que a segurança e proteção à vida está em primeiro lugar”, destaca.

O procedimento, além de trazer a segurança necessária para os ocupantes, também atende às exigências legais regulamentadas pelo Contran, Inmetro e normas técnicas como ABNT. “A inspeção inicial e anual são obrigatórias e quem não fizer está sujeito a pagamento de multa, retenção do CRLV, além da apreensão do veículo”, aponta Wagner.

É importante ressaltar ainda que somente a inspeção garante se o cilindro de GNV atende às recomendações do Inmetro. De maneira geral, o veículo inspecionado e devidamente aprovado, além de garantir a economia nos gastos, permite a utilização do GNV com segurança.

Também vale alertar que o Detran-PE só libera o CRLV, mais conhecido como documento do carro, se a conversão tiver sua inspeção anual em dia. “Aqui em Pernambuco já é obrigatório o porte do CRLV exercício 2021, e para ter acesso ao documento liberado o veículo convertido para o GNV precisa ter sido inspecionado neste ano”, conclui Wagner Barbosa.

ME CONHEÇA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Lista VIP

Assine nossa lista e receba notícias em primeira mão.