Eventos

GM descarta Salão até mesmo em 2021 e põe em xeque a realização do evento

SBD JBS

Parecia que a novela envolvendo o Salão do Automóvel de São Paulo havia esfriado após a coletiva da Anfavea – associação que representa os fabricantes de automóveis – na qual a edição deste ano do maior evento automotivo da América Latina havia sido adiada para 2021. Mas parece que o este capítulo está longe de terminar. A líder de vendas de carros no Brasil, a General Motors, informou nesta terça-feira (10) que descarta a participação no evento mesmo no ano que vem, o que já põe em xeque a realização da mostra em 2021.

Segundo a GM, a marca “aposta cada vez mais no marketing digital e em uma jornada do consumidor totalmente customizável, concentrando seus investimentos em formatos inovadores de comunicação”. Na nota, a GM afirma ainda que o Salão do Automóvel de São Paulo é um evento com “formato analógico”, o que seria o motivo para o cancelamento da sua participação, inclusive em 2021.

Na semana passada, o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, afirmou em entrevista coletiva que a decisão de adiar o Salão foi tomada entre a empresa organizadora do evento, a Reed Alcântara Machado, a própria Anfavea e as montadoras. “A decisão de adiar é consenso entre as marcas. A melhor solução é o adiamento para 2021, pois dependemos do formato e datas para saber quando será realizado”, afirmou o presidente da Anfavea.

SBD JBS

ME CONHEÇA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Lista VIP

Assine nossa lista e receba notícias em primeira mão.