Eventos

Sem vírus, os lançamentos que seriam de Genebra e agora rodam o mundo

Longe do Coronavírus da Europa as montadoras procuram espaço para mandar notícias e divulgar seus lançamentos. O Salão de Genebra deste ano, cancelado, não impediu que as marcas gritassem pelos novos carros para o público. A aposta nos elétricos chegou a outro patamar e, associado a muita tecnologia a bordo e na pista, as atrações fora da exposição são tentadoras.

Porsche, Volkswagen, Mercedes-Benz, Audi, Fiat e BMW foram apenas algumas das diversas marcas que apostaram em novos carros e atualizações dos antigos. Com metas de eletrificação cada vez mais próximas, o patamar seguinte parece mesmo ser da mordomia com elegância para o dia a dia.

Sistemas que memorizam o trajeto do motorista, aplicativos que facilitam manobras e que deixam tudo ao alcance das mãos estão cada vez mais aprimorados. Confira os principais lançamentos das marcas que estariam em Genebra, mas que ganharam os holofotes mesmo assim.

A Audi resolveu revelar em sua sede, na cidade de alemã de Ingolstadt, a nova geração do A3. Apesar de apenas a versão hatch ter dado as caras, a montadora confirmou que também lançará uma versão sedã e uma esportiva, chamadas de S3 e RS3.

O design apresenta proporções compactas e um design esportivo, com grandes entradas de ar na parte frontal, que acentuam o caráter do compacto premium, e novas luzes de circulação diurna digital de faróis Matrix LED. Por dentro, os inéditos estofos de assento foram feitos com garrafas PET recicladas e adornados com costuras contrastantes e elegantes.

O hatch ainda vem equipado com o sensor Audi Pre Sense dianteiro, que oferece um alto nível de segurança e ajuda em certas manobras. Além disso, os sistemas de assistência adicionais, como os avisos de mudança e saída de faixa, bem como os sistemas de assistência ao tráfego e ao estacionamento, estão disponíveis como opcionais.

A pré-venda do A3 Sportback começará ainda neste mês de março na Europa e tem previsão para ser entregue em maio deste ano, sendo vendido com duas motorizações: a primeira terá um motor 1.5 de quatro cilindros e 150 cavalos a gasolina e a outra um 2.0 diesel, com 116 cv ou 150 cv.

A primeira aparição do Kwid nas ruas foi em 2015 na Índia, dois anos depois, fez sua estreia no mercado brasileiro, onde mostrou ser um grande sucesso, e mais dois anos depois, ele ganhou um motor elétrico e chegou ao mercado chinês com o nome de City K-ZE. Agora, nomeado como Dacia Spring, fabricado pela montadora romena subsidiária da Renault, o compacto chegará ao mercado europeu com a promessa de ser o carro EV mais acessível do continente.

Atualmente, a grande maioria dos países da Europa já estabeleceram que, em no mínimo 15 anos, será o fim das vendas de carros movidos à combustão. Tendo isso em mente, o “Kwid Europeu” pode ser uma ótima alternativa durante esse período de transição.

Com a exceção de alguns detalhes, o design é praticamente o mesmo do modelo chinês, a diferença fica na motorização elétrica, que deve possuir uma autonomia superior a 200 km, pelo menos é o que diz a Dacia.

Por enquanto, o Dacia Spring ainda não possui especificações nem data de lançamento reveladas, o anúncio oficial seria feito durante o Salão Internacional de Genebra.

A Bentley anunciou o Bacalar, o novo conversível de luxo que promete ser o modelo de duas portas da montadora inglesa mais raro da era moderna, com apenas 12 exemplares sendo produzidos e custando 1,5 milhão de libras, quase R$ 9 milhões em conversão direta.

“O Bacalar baseia-se no DNA do design do EXP 100 GT, lindamente esculpido e premiado, e impulsiona a Bentley a um novo século extraordinário, como o modelo mais dinamicamente esculpido dos designers da Bentley até hoje” declarou a Bentley.

A novidade, que seria apresentada no recém cancelado Salão de Genebra, marcará o retorno da empresa de carroceria mais antiga do mundo, a Mulliner, fundada em 1760. Com um motor W12 de 6 litros turbo com 659 cavalos, cada exemplar do super exclusivo será cuidadosamente montado à mão utilizando materiais exclusivos em seu interior, como madeira de árvores milenares no painel, titânio e bronze na cabine e os assentos serão feitos com beluga e lã natural com 148.199 pontos de costura.

Segundo a montadora, o Bentley Mulliner Bacalar se encontra em fase de pré-produção.

A aposta das montadoras em veículos elétricos já não é mais novidade. Por isso, agora as marcas estão apostando na tecnologia dos seus carro limpos. Prova disso é a Honda que prometeu eletrificar todos os seus veículos tradicionais até 2022. O próximo passo nesta jornada será este ano, com a introdução do já conhecido Honda e totalmente elétrico e do novo Jazz com tecnologia híbrida.

Até 2021 e 2022, quatro novos modelos serão introduzidos, incluindo um novo SUV e um veículo elétrico adicional. A Honda também mudará para refletir essa visão, com toda inovação de produtos eletrificados ou gerenciamento de energia da próxima geração sob o nome coletivo de ‘Honda e: tecnologia’.

O novo Honda Jazz oferece uma experiência de direção sem esforço, com desempenho eficiente e responsivo, fornecido pela tecnologia híbrida e: HEV como padrão. O novo carro compacto oferece tecnologia intuitiva, com conectividade in-car e serviços remotos que se integram à vida cotidiana dos ocupantes. O carro estará disponível em toda a Europa no verão de 2020.

Com fabricação final programada para 2021, o novo i4 elétrico conceito apresentado pela alemã coloca a BMW no meio das marcas com aposta nos veículos verdes tecnológicos e antecipa em muito as linhas do modelo de produção.

A marca afirmou que muitos detalhes estéticos do conceito estarão presente na versão final não só do i4, mas também pelos futuros elétricos da alemã. Na parte externa, chama bastante atenção os rins duplos na grade frontal que perde a função de refrigeração e aparece fechada, para melhorar na aerodinâmica, abrigando uma série de sensores.

Na parte interna, o maior destaque fica por conta do enorme painel curvo que possui, ao mesmo tempo, a função de painel de instrumentos e tela do sistema infotainment.

De acordo com a marca, o display curvado será utilizado não apenas no i4, mas também na versão de produção o iNEXT e já conta com a mais recente geração do sistema de entretenimento da BMW.

A Mercedes apresentou a décima geração do sedã e sua primeira reestilização. Entre as novidades do modelo alemão estão melhorias na conectividade e implementação de diversas tecnologias como assistentes de condução e uma leve eletrificação.

Entre as discretas mudanças no desenho, a novidade traz faróis full-LED, lanternas, grade dianteira e para-choque, além das rodas.

Na parte interna, destaque para o MBUx, sistema multimídia ma marca que agrupa duas telas de 12,3 polegadas cada, uma para o painel de instrumentos e outra para funções como controle de voz e assistente pessoal.

A marca atualizou ainda a forma de conduzir o Classe E, com volante capaz de perceber quando o motorista está com a mão nele, além de um piloto automático adaptativo capaz de regular a velocidade conforme o percurso. Entre os itens tecnológicos de segurança estão ainda assistente de tráfego, sistema de frenagem autônoma, alerta de ponto-cego para a saída de vagas e um novo sistema de estacionamento automático com câmeras 360º.

SBD Gasolina Dura mais 1

ME CONHEÇA MAIS

300×250 NEO Blindados
RET Gasolina Dura mais

Assine nossa newsletter

Fique atualizado sobre tudo que acontece no mundo automotivo!