Publicidade

Ford apresenta a picape Maverick mirando a Toro no mercado nacional

Mesmo deixando de produzir veículos no Brasil, a Ford apresentou mais uma novidade para o mercado nacional. Trata-se da picape inédita Maverick que tem a missão de competir os clientes com a já consolidada Fiat Toro.

LEIA MAIS

+ O que o Bronco vai enfrentar além da fé do público na Ford

O novo veículo já teve fotos vazas, alguns flagras e até rumores sobre sua chegada. Agora, a nova picape foi finalmente apresentada e será posicionada abaixo da Ranger. Nos Estados Unidos, a novidade será o modelo de entrada da Ford.

O novo lançamento da marca norte-americana faz parte da sua estratégia em investir apenas em picapes, SUVs e Crosssovers. A decisão partiu do sucesso de vendas da F-150, que se consolidou como o veículo mais vendido dos EUA.

No quesito design, a Maverick recebeu faróis full-LED com um formato diferenciado que lembra a letra C, além de uma nova barra que atravessa toda a frente com as setas nas extremidades. A nova Ranger 2022 deve seguir o mesmo estilo da nova picape.

Com aposta na robustez, que ganhou destaque com o Bronco Sport, a Ford ainda destaca uma nova grade mais forte, além de ter um capô mais alto e reto. Com uma plataforma em monobloco, a carroceria não tem divisão.

Outro destaque da nova picape vai para uma capa para toda a borda da caçamba que vai até a coluna C, protegendo assim a carroceria além de facilitar a carga e a descarga pelas laterais.

Na parte de trás, a Maverick recebeu lanternas retangulares na vertical e uma caçamba de abertura convencional. Essa abertura, inclusive, pode ser travada na metade do caminho, se tornando um apoio extra.

O interior do veículo traz o mesmo volante do Bronco com diferença para o logo central. Os comandos do ar-condicionado e do console central também são semelhantes. O painel de instrumentos conta com o contadores analógicos e uma tela digital no centro.

O novo Ford Maverick estará disponível em três configurações, XL, XLT e Lariat, que dividem o mesmo motor 2.5 híbrido de série. O propulsor a combustão é capaz de desenvolver até 164 cavalos e 21,4 kgfm de torque, trabalhando em combinação com um elétrico de 128 cv e 23,9 kgfm de torque. De acordo com a marca, a potência combinada chega a 193 cv.

Associada está a transmissão e CVT com tração dianteira. Ainda existe a opção do motor 2.0 EcoBoost turbo, que desenvolve impressionantes 253 cavalos e 38,3 kgfm de torque, associado a um câmbio automático de oito velocidades.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade