Publicidade

Entenda por que a ONU certificou a gasolina Duramais

Publicidade

Você já deve ter ouvido falar nos benefícios da gasolina ou do diesel Duramais em relação à economia de combustível e na redução de emissão de poluentes. Estamos falando do rendimento 10% maior no tanque e o fato de poluir 50% menos, que viraram marcas dos combustíveis da Dislub e Equador Energia. Além disso, a gasolina Duramais é certificada pela Organização das Nações Unidas (ONU) por estar alinhada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) previstos na Agenda 2030.

Desenvolvida na Califórnia, nos Estados Unidos, pela Biofriendly Corporation, a gasolina Duramais a tem nanotecnologia GreenPlus que reorganiza as moléculas de combustível, agilizando o processo de combustão. O diesel Duramais tem a mesma tecnologia e as mesmas propriedades da gasolina, garantindo os mesmos benefícios.

O produto, agraciado com a ecoetiqueta da ONU, é utilizado no transporte público da Alemanha, virou política pública na Colômbia e está disponível ao consumidor em postos nos Estados Unidos e Argentina, em países na Europa, Ásia e Oriente Médio. Além de estar presente em frotas de caminhões e navios, geradoras de energia e várias das maiores companhias de petróleo do mundo.

Certificação

Em 2019, o Instituto das Nações Unidas para Formação e Pesquisa (Unitar), certificou o catalisador Green Plus, presente da gasolina Duramais, pela característica do produto de reduzir a emissão de poluentes. E também a distribuidora Horeb, por sua contribuição à Agenda 2030, que é um plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade através dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A tecnologia incentiva o enfrentamento aos principais desafios ambientais, políticos e econômicos que o mundo vive. A mexicana Horeb, também foi certificada por sua contribuição aos ODS de número 7 (Energia Limpa e Acessível), 11 (Cidades e Comunidades Sustentáveis), 12 (Consumo e Produção Responsáveis), 13 (Combate às Alterações Climáticas) e 17 (Parcerias em prol dos ODS).

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade