Large Frontier
Especial VW Nós testamos

Entenda os números que fazem do Polo GTS um esportivo de verdade

Caoa Fev SBD

Com um dos lançamentos mais aguardados dos últimos anos, a Volkswagen chegou em 2020 agitando o mercado nacional com o novo Polo GTS. Não é pelo fato de lançar mais uma versão do seu hatch compacto. Mas sim por fazer renascer a lendária sigla que remete à esportividade e que estava adormecida há 26 anos. Mas será que a novidade está à altura da responsabilidade de carregar essas três letras tão icônicas no portfólio da Volks? É isso que vamos responder agora.

Para começar vamos falar do motor 250 TSI. Com 1.4 litro, o propulsor turbinado com injeção direta de combustível entrega 150 cv de potência (gasolina ou etanol) e 25,5 kgfm de torque em baixa rotação. São 22 cv e 5 kgfm a mais do que a motorização 200 TSI que equipa as versões Comfortline e Highline. O câmbio é automático de seis marchas AQ250 (o mesmo do Jetta, mas com acerto mais esportivo).

Com esse conjunto, o Polo GTS acelera de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos. E sua velocidade máxima supera a marca dos 200 km/h: são 207 km/h

Parte da família EA211 de motores, o 250 TSI é produzido na Fábrica de São Carlos. Aplicado nos modelos Jetta e Tiguan, esse motor possui vários recursos de tecnologia para oferecer melhor desempenho, mais durabilidade e baixo consumo de combustível – como o duplo circuito de arrefecimento, bloco e cabeçote feitos de alumínio e duplo comando de válvulas variável.

Além dos números de potência, torque, aceleração e velocidade, outros fatores deixam o Polo GTS com DNA esportivo, como o acerto mais firme da suspensão e da assistência elétrica da direção. Testamos o carro no circuito Velo Città, no interior de São Paulo, e comprovamos que as modificações deixaram o carro mais “agarrado”, permitindo curvas em velocidades altas com muita segurança.

No visual não poderia ser diferente. O Polo GTS transpira esportividade no desenho. Ele traz detalhes exclusivos, como os faróis full LED, que garantem excelente iluminação noturna e têm identidade visual diferenciada. Ligando-os de lado a lado há um filete vermelho, que destaca a esportividade do Polo GTS. A grade do radiador tem formato de “colmeia” e traz o logo GTS. Em relação ao Polo Highline, o para-choque dianteiro é novo e mais imponente.

Na lateral, chamam a atenção as rodas de 17 polegadas, diamantadas, com pneus 205/50 R17 – perfil que permite ótimo equilíbrio entre conforto de rodagem e estabilidade em curvas. Ainda na lateral, o Polo GTS traz as capas dos retrovisores pintadas na cor preto brilhante.

Na traseira, o Polo GTS traz defletor na tampa do porta-malas pintado em preto brilhante e a seção inferior do para-choque traseiro exclusiva. As lanternas são de LED, com assinatura noturna diferenciada da versão Highline. Para complementar, a saída de escapamento é dupla.

Na cabine escurecida (teto, bancos e laterais de porta são da cor preta), o grande destaque são os bancos esportivos, mais firmes, que oferecem bom apoio ao corpo em curvas. O apoio de cabeça integrado remete aos bancos utilizados em carros de competição.

O revestimento é feito com misto de tecido e couro, trazendo linhas horizontais que fazem referência aos bancos dos modelos da década de 1980 e com a sigla GTS gravada no encosto.

O volante é exclusivo, com acabamento de couro e costuras vermelhas e a sigla GTS na base. Detalhes na cor vermelha também estão nas molduras das saídas de ar, base da alavanca de câmbio e tapetes.

Itens de série

O Polo GTS é equipado de série com o painel digital (Active Info Display), que se diferencia pela iluminação vermelha. Esse é um dos recursos eletrônicos exclusivos possibilitados pela Estratégia Modular MQB.

Outro recurso é o seletor do modo de condução, que altera a personalidade do Polo GTS, afetando inclusive o som do motor – o motorista pode escolher entre os modos “normal”, “ecológico”, “esportivo” ou “individual”. Quando é selecionado o modo esportivo, entra em ação o atuador sonoro, que amplifica o prazer ao dirigir, garantindo mais emoção.

Ainda no campo da eletrônica, o Polo GTS é equipado com o XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial), que faz parte do ESC – Controle eletrônico de estabilidade (item de série).

O XDS+ melhora o comportamento dinâmico do carro. Esse sistema aumenta a agilidade e diminui a necessidade de movimentação do volante por meio de intervenções seletivas nos freios das rodas internas às curvas nos dois eixos e permitindo uma transferência do torque disponível do motor para as rodas externas.

SBD Parvi

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Lista VIP

Assine nossa lista e receba notícias em primeira mão.