Nós testamos Recomendamos Vídeos

Entenda as razões para o sucesso da nova geração do Tracker entre os SUVs

A mudança de geração de um carro sempre representa (ou deveria representar) uma evolução em todos os sentidos, desde os aspectos mecânicos, design e tecnologia, até um crescimento nas vendas. Em alguns casos, essa passagem no tempo representa bem mais do que isso, como o que vimos com a chegada do Chevrolet Tracker 2021. Já se esperava que o SUV compacto tivesse um salto de evolução semelhante ao que sofreu o Onix e o Prisma (Onix Plus) no ano anterior. Mas no caso do Tracker, esse salto foi ainda maior.

Ao final de 2019, o Chevrolet Tracker ocupava a 11ª posição do ranking dos SUV no Brasil, com 2,72% de participação no segmento. Em março, a nova geração chegou e os números se transformaram: o modelo chega ao final do ano com 9,25% de participação e disputa de perto pela liderança no mais competitivo segmento do mercado nacional. Foi o maior salto da indústria automotiva nacional.

Mas o que justifica tamanho sucesso? Começando pelo estilo, o Tracker trocou o design conservado da geração anterior pela ousadia dos vincos pesados, conjunto óptico afilado e com assinatura em LED, além de uma linha de cintura alta. O resultado é a união de robustez e modernidade muito bem dosada. Os designers da Chevrolet conseguiram ousar nas linhas, sem deixar o visual do Tracker cansativo.

O conjunto mecânico também foi renovado. O motor 1.4 turbo foi substituído por duas motorizações mais modernas e eficientes. Destaque para o novo motor 1.2 turbo da versão que testamos (Premier) que entrada bons 133 cv e 21,4 kgfm de torque. Tudo bem distribuído pela discreta transmissão automática de seis velocidades. O resultado é um conjunto eficiente e vigoroso. Bom na cidade e excelente na estrada.

Mas a maior revolução no novo Chevrolet Tracker ocorreu na entrega de tecnologia a bordo, fazendo dele o SUV mais conectado do segmento. Na versão Premier que testamos, o você não precisa de cabo para carregar seu telefone ou para espelhá-lo na nova central multimídia MyLink de 8 polegadas. O carregador por indução é algo que gostaríamos de ver em todos os carros, tamanha é sua praticidade e eficiência. Temos ainda a internet wi-fi para até sete aparelhos dentro do Tracker.

Podemos destacar também os equipamentos voltados para segurança, como o sensor de pontos cegos, alerta de colisão com frenagem de emergência e ainda os seis airbags de série nessa versão.

São muitos os atributos que justificam esse sucesso instantâneo do novo Chevrolet Tracker. A relação do custo-benefício ficou imbatível e pode esperar que o modelo vai seguir entre os líderes em 2021.

ME CONHEÇA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Sua assinatura não pôde ser validada.
Você fez sua assinatura com sucesso.

Lista VIP

Assine nossa lista e receba notícias em primeira mão.