Detalhamos a mecânica do Tiguan para você escolher o motor na medida certa

Vai de 250 TSI ou 350 TSI? A escolha de um automóvel passa por uma série de fatores, que muitas vezes são impulsionados pela razão e quase sempre pela emoção. Devido ao coração falar mais alto na maioria das vezes que você entra numa concessionária, algumas pessoas acabam comprando carros com alguns atributos a mais do que ele vai usar no dia a dia. Quando temos modelos com opções bem distintas na mecânica, como é o caso da Tiguan Allspace, que oferece dois conjuntos de pegadas diferentes, saber qual será seu uso e necessidade é importante para não pagar a mais por algo que você pouco usará. Por isso, vamos detalhar aqui as diferenças entre as versões 250 TSI e 350 TSI que são ofertadas no SUV médio da Volkswagen.

LEIA MAIS

+ Detalhamos as versões e as listas de equipamentos do Volkswagen Tiguan Allspace

+ Tiguan Allspace usa tecnologia de ponta voltada para o conforto e segurança

+ Confira nossas impressões com o Tiguan Allspace R-Line

O Tiguan Allspace é equipado nas versões 250 TSI e Comfortline 250 TSI com o motor 1.4l TSI Total Flex. Pertencente à família EA211, esse motor é feito na fábrica da Volkswagen em São Carlos (SP). Tem bloco e cabeçote feitos de alumínio, duplo comando de válvulas no cabeçote (variável na admissão; são quatro válvulas por cilindro) e é equipado com injeção direta de combustível e turbocompressor. Esse motor desenvolve potência de 150 cv (etanol e gasolina) a 5.000 rpm. Seu torque máximo, de 250 Nm (25,5 kgfm), surge já a 1.400 rpm e se mantém até 3.500 rpm, independentemente da mistura de combustível.

As versões 250 TSI e Comfortline 250 TSI utilizam a transmissão DQ250, com seis marchas, imersa em óleo, reconhecida pela sua eficiência e durabilidade. Ambas as versões têm o mesmo desempenho: aceleração de 0 a 100 km/h em 9,5 segundos e velocidade máxima de 198 km/h (independentemente do combustível utilizado). Números excelentes para modelos que têm pequena diferença de peso: 1.562 kg (250 TSI com cinco lugares) e 1.598 kg (Comfortline 250 TSI com sete lugares).

A central eletrônica do motor (ECU) traz novos software e hardware. Os pistões e anéis foram redimensionados para os 10 cv extras de potência do motor flexível, que recebeu um catalisador especificamente calibrado para ele. Outras novidades são a guia de válvula que agora tem dupla vedação e a sede de válvulas do cabeçote e as válvulas injetoras com tratamento específico para operar com o combustível de origem vegetal. A sonda lambda passa a ser linear, proporcionando melhor controle na combustão.

Por causa das características do etanol, o sistema de injeção de combustível do motor 1.4 TSI Total Flex utiliza 250 bar de pressão – como referência, o motor 1.4 TSI a gasolina trabalha com 200 bar. Com isso, a galeria de injeção de combustível foi modificada e está ainda mais robusta.

Ainda no sistema de ignição, as velas contam com grau térmico específico e geometria diferenciada para funcionar com qualquer mistura de etanol ou gasolina. O motor 1.4 TSI Total Flex utiliza velas de ignição de dupla platina, o que proporciona ignições e faíscas mais rápidas utilizando menos energia. Resultado: excelente durabilidade.

Vamos falar de esportividade?

O Tiguan Allspace R-Line 350 TSI traz sob o capô o mesmo motor do Golf GTI: 2.0 TSI com potência de 220 cv e 350 Nm (35,7 kgfm) de torque. Da terceira geração da família EA888, esse motor tem 1.984 cm³ de cilindrada e combina injeção direta de combustível ao turbocompressor, o que permite o downsizing (redução da cilindrada, com excelente desempenho), de forma a entregar muito prazer ao dirigir e alta eficiência energética.

O motor traz duplo sistema de injeção (combinando injeção direta – na câmara de combustão – e injeção multiponto – no coletor de admissão). Como o sistema pode escolher o tipo de injeção ideal para cada momento, permite reduzir as emissões em uma ampla gama de utilizações, diminuindo simultaneamente o consumo de combustível.

A ampla faixa de aproveitamento desse motor é seu destaque. Os motores TSI proporcionam baixíssimo consumo de combustível, alta potência e elevado torque a partir de baixas rotações. Os 220 cv estão disponíveis já a partir de 4.300 rpm até 6.200 rpm. Os 350 Nm são entregues já a 1.600 rpm e se mantêm até 4.200 rpm. Em outras palavras, o que era bom ficou ainda melhor. Em comparação ao Tiguan de primeira geração, o Tiguan Allspace R-Line 350 TSI traz 20 cv adicionais (ganho de 10% de potência) e 70 Nm de torque extra (acréscimo de 25%).

O Tiguan Allspace R-Line 350 TSI é equipado com a transmissão DSG de sete marchas (DQ500), também imersa em óleo, que oferece a robustez e a esportividade necessárias para trabalhar em harmonia com o motor 2.0 TSI em conjunto com a tração 4MOTION. Esse conjunto mecânico colabora para que o Tiguan Allspace R-Line 350 TSI entregue desempenho de carro esporte – o SUV acelera de 0 a 100 km/h em apenas 6,8 segundos e atinge a velocidade máxima de 223 km/h. Números impressionantes para um utilitário com 1.785 kg.

Se você quer, portanto, um Tiguan eficiente para o dia a dia, que vai andar muitos quilômetros sem gastar muito combustível, o versão 250 TSI é a ideal para você. Aproveita a promoção que está rolando na Volks até o final de março com R$ 7 mil de desconto na versão de entrada, que está saindo por R$ 142.990.

Entretanto, se você não abre mão da esportividade nem dos benefícios de ter um SUV médio na garagem, o R-Line 350 TSI vai abrir sorrisos a cada acelerada. Os R$ 184.990 serão bem gastos se essa é a sua pegada.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade