Curiosidades Eventos Mercado

Coronavírus: cancelamento do Salão de Genebra pode ser apenas o começo

O anúncio do governo suíço de que todo e qualquer evento que reunisse mais de mil pessoas estava proibido no país culminou no cancelamento do Geneva Motor Show, o Salão do Automóvel de Genebra, que abre o calendário automotivo na Europa. O motivo é o surto crescente do COVID-19, chamado de novo coronavírus, que avança também sobre o Velho Continente. Mas é importante lembrar que outros eventos de grande porte podem sofre as mesmas consequências, inclusive novamente do setor automotivo.

Isso porque, em abril está marcado o New York International Auto Show entre os dias 10 e 19. Os Estados Unidos vêm minimizando, principalmente na figura do presidente Donald Trump, os riscos de o novo coronavírus se espalhar em solo norte-americado. Ainda sim, o republicano afirmou que, caso isso acontecesse, o país teria que adotar um controle maior na entrada de estrangeiros vindos de países onde a doença está mais forte. Com isso, pensar em um evento de grande porte, como um Salão do Automóvel, onde milhares de pessoas de todos os lugares do planeta se reúnem, parece ser inviável. Ainda mais em uma metrópole como Nova York.

O Salão de Genebra é considerado o pontapé inicial do setor automotivo europeu e ganhou ainda mais força quando o Salão de Detroit – que abria os trabalhos mundiais no setor em janeiro – mudou permanentemente de data, passando para o verão no Hemisfério Norte, no meio do ano.

O evento suíço ocorreria entre os dias 5 e 15 de março e não tem outra data marcada para ocorrer. A expectativa da organização era de receber mais de 600 mil pessoas nos 10 dias de mostra.

O carro novo mais caro do mundo foi apresentado pela Bugatti no Salão de Genebra de 2019

O Salão de Genebra vinha se destacando pela apresentação de conceitos futuristas , focados principalmente na eletricidade e autonomia. Mas alguns lançamentos de carros de produção também eram aguardados para esta edição. Entre eles podemos destacar o novo Golf GTI, que já teve fotos e informações reveladas (veja aqui), e a nova geração do Fiat 500, que agora será 100 elétrico e que está previsto para chegar ao Brasil ainda neste ano (veja aqui). As montadoras ainda não se pronunciaram sobre o destino dos novos lançamentos. Se estes serão lançados individualmente, ou em outro grande evento conjunto.

Eventos esportivos do setor automobilístico também estão sofrendo com o surto do coronavírus. Formula 1 e Formula E já adiaram suas corridas na China para datas ainda não divulgadas. Mas é possível até mesmo que as primeiras corridas da F1 marcadas para antes do GP chinês (19 de abril) sofram modificações, principalmente se o surto passar a uma pandemia. Os grandes prêmios da Austrália (15 de março), Bahrain (22 de março) e Vietnã (5 de abril) seguem confirmados, mas podem sim passar pela mesma situação que o Salão de Genebra.

ME CONHEÇA MAIS

300×250 NEO Blindados
RET Gasolina Dura mais

Assine nossa newsletter

Fique atualizado sobre tudo que acontece no mundo automotivo!