Curiosidades Mercado

Conheça a trajetória do Hyundai Creta, que chega a 100 mil unidades

O segmento do mercado automotivo brasileiro que mais cresce é também o que tem mais modelos sendo oferecidos aos consumidores. Praticamente todas as marcas têm um concorrente, o que torna a disputa pelos clientes ainda mais dura. Ser destaque nesse segmento é algo que deve ser comemorado. É o que a Hyundai está fazendo ao anunciar a entrega da unidade número 100 mil do Creta, o SUV compacto mais vendido do país no ano passado.

LEIA MAIS

+ Chave presencial em forma de pulseira vira opcional no Hyundai Creta

+ Hyundai Creta acelera, ultrapassa HR-V para ser o SUV compacto mais vendido de 2018

+ Hyundai inicia exportação de versão exclusiva do Creta do Brasil para a Colômbia

+ Hyundai Creta ganha versão mais barata com câmbio automático

A ascensão do Creta foi meteórica. O modelo foi lançado apenas em 2017, quando vendeu surpreendentes 41,6 mil unidades. No ano seguinte já virou líder do seu segmento, deixando para trás Honda HR-V e Jeep Renegade, que sempre disputaram a liderança de mercado. Foram 48,9 mil unidades comercializadas de janeiro a dezembro, um crescimento de 20%, bem acima da média nacional.

O Creta se beneficia pela relação custo-benefício de suas versões intermediárias. Elas entregam uma boa lista de equipamentos de série e têm um conjunto mecânico potente e eficiente.

A unidade número 100 mil do Creta foi entregue a um cliente no Recife nesta segunda-feira (25) na loja Pateo Hyundai HMB. Trata-se de uma unidade da versão Smart, que é a de entrada com câmbio automático.

A versão do Creta mais vendida no ano passado foi a Attitude 1.6 Automática, criada para melhor atender os consumidores portadores de deficiência (PcD), que usufruem de isenções de impostos para veículos até R$ 70 mil. Em segundo lugar ficou a versão topo de linha, a Prestige 2.0 Automática.

Entre os SUVs compactos mais vendidos dentro do limite de R$ 70 mil, a versão Attitude 1.6 Automática do Creta reúne um dos maiores espaços internos (entre-eixos de 2.590 mm) e de porta-malas (431 litros), custo de manutenção altamente competitivo (cerca de R$ 1.440,00 para os primeiros 30 mil km), elevado valor de revenda (depreciação de -8,9% em um ano, segundo Autoinforme/Molicar) e a exclusiva garantia de 5 anos.

No caso da topo de linha Prestige, a segunda versão mais vendida do Creta em 2018, possui o mais completo pacote de itens de conforto e segurança da categoria. Ela vem equipada com motor 2.0 de 166 cv, seis airbags, controle de estabilidade, bancos de couro na cor marrom com ventilação para o motorista, ar-condicionado automático digital, saída de ar para os bancos traseiros, chave presencial “smart key” com partida do motor por botão, sistema Stop & Go de parada do motor, luzes diurnas de LED e faróis direcionais “cornering lamp”, piloto automático com controles no volante, central multimídia com GPS e TV digital, conectividade com celular e tela de 7 polegadas sensível ao toque, além de câmera de ré com linhas dinâmicas.

Durante 2018, uma nova versão de entrada foi introduzida, a Smart, com motor 1.6 e câmbio automático, ampliando a gama de opções dentro da família Creta, e o recurso da TV digital tornou-se de série nas centrais multimídia. Atualmente, são seis versões à venda, com opções de motor 1.6 e 2.0, com câmbios manual ou automático. No ano passado, houve ainda a série especial “1 Million”, que teve todas as suas 2 mil unidades vendidas rapidamente.

SBD Virtus

Baixe meu E-book

Inscreva-se para receber seu e-book gratuitamente

Acompanhe nosso canal

RET T-Cross
RET Virtus