Curiosidades

Como comprar um carro para PCD e quais os modelos mais vendidos no Brasil

As vendas diretas só crescem no país. Em março, 47,89% dos emplacamentos no Brasil foram negociados nessa modalidade. A Venda Direta pode ser originada a partir de vendas corporativas, nas quais a montadora negocia diretamente com grandes clientes, como frotistas e/ou locadoras, assim como, também, em operações realizadas nas concessionárias como, por exemplo, vendas para taxistas, produtores rurais, PCD (Pessoa com Deficiência), entre outros.

LEIA MAIS

+ T-Cross com isenção de IPI e desconto para PCD parte de R$ 73,5 mil

+ Mobi é o carro mais barato na categoria PCD, que só cresce no Brasil

+ Citroën lança nova versão do C4 Cactus para público PCD por R$ 55,2 mil

+ Chevrolet lança versão exclusiva do Spin para PcD por R$ 69.900

Entre as modalidades de venda direta, o público PCD é o que mais cresce nas vendas. De olho nesse mercado, as montadoras têm investido em versões exclusivas para esse consumidor, com modelos tabelados abaixo dos R$ 70 mil, que é o teto determinado pelo governo para os carros terem a isenção também do ICMS.

Carros acima dos R$ 70 mil terão isenção do IPI, além do desconto que as próprias montadoras dão para atrair os clientes da modalidade PCD. O cliente também estará isento do IPVA no emplacamento do veículo, como também anualmente enquanto o mesmo estiver em sua propriedade.

Quem tem direito?

Pessoas com amputações, artrite reumatoide, artrodese, artrose, AVC, AVE (acidente vascular encefálico), autismo, alguns tipos de câncer, doenças degenerativas, deficiência visual, deficiência mental (severa ou profunda), doenças neurológicas, encurtamento de membros e más formações, esclerose múltipla, escoliose acentuada, LER (lesão por esforço repetitivo), linfomas, lesões com sequelas físicas, manguito rotador, mastectomia (retirada de mama), nanismo (baixa estatura), neuropatias diabéticas, paralisia, paraplegia, Parkinson, poliomielite, próteses internas e externas; exemplo: joelho, quadril, coluna, etc, problemas na coluna, quadrantomia (relacionada a câncer de mama) síndrome do túnel do carpo, talidomida, tendinite crônica, tetraparesia, tetraplegia, etc.

Terão direito às isenções todos que possuírem deficiência, desde que haja perda ou redução de capacidade motora. As pessoas com deficiência impossibilitadas de dirigir ou menores de idade, têm direito aos mesmos benefícios e podem indicar um condutor.

Como obter isenções de IPI e ICMS (veículos até R$ 70 mil)

Condutores

Obter a CNH especial no DETRAN e passar por perícia médica;
• Requisitar a isenção de IPI junto à Receita Federal;
• Escolher o modelo do veículo no valor de até R$ 70.000,00 (preço público sugerido para poder usufruir da isenção de ICMS);
• Solicitar isenção de ICMS no posto da Fazenda Estadual de seu local de domicilio, se o preço público do veículo escolhido for de até R$ 70.000,00;
• Após o faturamento, solicitar a isenção de IPVA junto ao DETRAN.

Não condutores
• Passar por perícia médica no SUS;
• IPI – ICMS – Liberação do rodízio – seguir os mesmos procedimentos dos habilitados a conduzir;
• O veículo será dirigido por representante legal ou diretos – até três indicações;
• O faturamento do veículo será sempre em nome da pessoa com deficiência.

Como obter apenas a isenção de IPI (veículos acima de R$ 70 mil)

Condutores
• Obter a CNH especial no DETRAN e passar por perícia médica;
• Requisitar a isenção de IPI junto à Receita Federal;
• Escolher o modelo do veículo no valor superior a R$ 70 mil (preço público sugerido para obter apenas a isenção de IPI);

Não condutores
• Passar por perícia médica no SUS;
• Para o IPI, seguir os mesmos procedimentos acima, dos habilitados a conduzir;
• O veículo será dirigido por representante legal ou diretos – até três indicações;
• O faturamento do veículo será sempre em nome da pessoa com deficiência.

Os mais procurados nas vendas diretas

O Onix, que lidera os emplacamentos gerais no Brasil, também é o modelo mais procurado na Venda Direta. Muito se deve aos frotistas, como locadoras, que compram o hatch da Chevrolet em grande quantidade. Já foram emplacados 22.757 unidades do Onix por Venda Direta entre janeiro e março.

Já o segundo colocado, o Jeep Renegade, se beneficia de sua versão exclusiva para PCD, que custa R$ 69.990, ficando, portanto, abaixo do teto o que lhe garante a isenção do IPI e ICMS. Dessa forma, o Renegade 1.8 com câmbio automático sai da loja para PCD por pouco mais de R$ 54 mil. Com isso, já foram emplacados 11.367 unidades do Jeep nos três primeiros meses do ano. Bem mais do que as 4.304 unidades que foram vendidas no vajero, onde o SUV ocupa apenas a 23ª posição do ranking no primeiro trimestre.

Vendas diretas no primeiro trimestre

SBD T-Cross

Baixe meu E-book

Inscreva-se para receber seu e-book gratuitamente

Acompanhe nosso canal

RET T-Cross
RET Virtus