Citroën inicia produção do novo C3 no Rio de Janeiro

A Citroën anunciou o início da produção do novo C3 na planta da Stellantis em Porto Real, no Rio de Janeiro. O novo modelo será o primeiro de uma família de três veículos projetada para os consumidores do Brasil e demais países da América do Sul.

LEIA MAIS

+ CITROËN EXIBE DUAS PROPOSTAS PARA O FUTURO DA MOBILIDADE NA CES 2022

O modelo foi desenvolvido na região e contou com o trabalho de uma equipe multicultural de colaboradores do Brasil, Argentina, França, entre outros países. O Novo C3 chegará em breve aos mercados brasileiro e sul-americano, com atributos como excelente altura livre do solo e uma posição alta para o motorista.

“O Novo Citroën C3 é um grande orgulho para as nossas equipes da América do Sul. Ele é um dos mais importantes lançamentos dentro da nossa estratégia na região e já contou com o suporte decorrente das sinergias promovidas pela Stellantis, como nossos laboratórios e campos de provas” destacou o presidente da Stellantis na América do Sul, Antonio Filosa.

O Novo Citroën C3 inaugura em Porto Real a variante da plataforma CMP (Common Modular Platform) e será o primeiro veículo da Stellantis produzido no Brasil a utilizá-la. A plataforma é reconhecida mundialmente como moderna, modular e de grande flexibilidade, podendo ser usada em veículos dos segmentos B e C.

A fábrica de Porto Real (RJ) passou por uma grande transformação industrial e tecnológica para receber a nova plataforma, e contou com investimentos de mais de R$ 220 milhões. Entre as evoluções aplicadas, inclui-se a instalação de novos robôs, além de um inédito processo polivalente e flexível que permitirá a produção do Novo Citroën C3 e ainda favorecerá os atuais modelos fabricados na unidade.

A variante da plataforma CMP será a base do projeto C-Cubed, um conjunto de três novos veículos, que começar a chegar ao mercado com o Novo C3.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade