Citroën lança o C4 Cactus no Brasil partindo de R$ 68.990 para brigar entre SUVs compactos

A Citroën era uma das poucas montadoras com fábrica no Brasil que não tinha competidor no segmento mais cobiçado do mercado, o de SUVs compactos. Com a chegada do C4 Cactus, modelo que faz sucesso na Europa, a montadora francesa entra nessa briga com preços competitivos e um produto com bom nível de equipamentos. Agora, resta praticamente só a Volks, entre as “grandes”, apresentar o T-Cross para completar o time dos aventureiros compactos – levando em consideração que a Fiat entra com a Jeep (Renegade).

“Fruto da própria ousadia e inovação da marca, o C4 Cactus chega para romper com os códigos do segmento, oferecendo uma nova visão SUV. Um produto conectado aos desejos e às necessidades de nossos clientes, que buscam mais dinamismo, tecnologia e conforto”, afirma Ana Theresa Borsari, Country Manager da Peugeot, Citroën e DS.

Com visual ousado, o Cactus deve atrair principalmente os clientes que buscam um design com algo diferente do que se tem no mercado hoje. O Cactus é daqueles que ao primeiro olhar você vai amar ou odiar, sem meio termo.

O interior tem uma linha mais tradicional e até mesmo “sem graça”. Não fosse o painel 100% digital, o Cactus entraria no jogo dos SUVs compactos com desvantagem nesse quesito. Uma vantagem é que todas as versões do C4 Cactus contam com a Central Multimídia de 7’’ com sistema de áudio com Bluetooth desenvolvida pelo Groupe PSA.

Esse equipamento agrupa todos os comandos ao alcance da mão do motorista ou de seu passageiro: sistemas de auxílio à condução, ar-condicionado e telefonia; multimídia com a possibilidade de ouvir música armazenada no Smartphone, onde o cliente poderá reencontrar seus aplicativos por meio do Mirror Screen (função permitindo duplicar ou transferir na tela tátil a exibição de seu Smartphone compatível, funcionando com Apple CarPlayTM e Android Auto; rádio com seis alto-falantes, equipado com AM, FM e pilotado pelos comandos no volante. O Mirror Screen conta com Android Auto e permite navegação embarcada por meio do Google Maps ou do Waze e gestão de SMS. 

Outros itens de tecnologia voltados para o conforto também estão presentes, principalmente nas versões mais caras ou como opcionais. Entre os principais, podemos destacar: Sistema Keyless; Botão Start/Stop; Bluetooth e sistema hands-free; Câmera de ré; Controle e limitador de velocidade; Faróis automáticos e sensores de chuva; Espelho eletrocrômico; e detector de pressão dos pneus. 

Entre os itens de tecnologia voltados para a segurança, podemos destacar:

Active Safety Brake – Sistema de Frenagem Automática e Alerta de Colisão: um sistema automático de frenagem de emergência para reduzir a velocidade de impacto ou evitar uma colisão frontal do veículo, caso o motorista não consiga reagir; Alerta de Saída de Faixa: ajuda a prevenir a baixa vigilância ou um simples momento de desatenção do motorista; Alerta de Atenção ao Condutor: avalia o nível de alerta do motorista, identificando mudanças de trajetória em relação às marcações de faixa; Coffee Break Alert: informa ao motorista quando é hora de uma pausa; Faróis de neblina com Cornering Light: as luzes de curva estáticas fornecem um feixe de luz adicional para iluminar o interior das curvas e melhorar a visibilidade e a segurança nos cantos e junções, cobrindo um ângulo de até 75° à direita ou à esquerda do veículo; Assistência em Subidas (Hill-Start Assist): a partida com assistência em subidas torna as manobras fáceis quando estacionado em aclives; Controle de aderência (Grip Control): O Grip Control é um dispositivo que melhora a aderência do veículo, otimizando a motricidade em terrenos acidentados ou difíceis, como areia, lama ou neve.

Mecânica turbinada ou aspirada

Outra virtude do Cactus é ter o conjunto mecânico fruto da parceria entre a PSA Peugeot Citroën e BMW Group. O motor 1.6 THP (turbo e injeção direta) oferece potência máxima de 173 cv (com álcool) ou 166 cv (com gasolina) a 6.000 rpm e um torque máximo de 24,5 kgfm. O torque máximo já aparece a 1.400 rpm, permanecendo constante até 4.000 rpm. Ele assegura uma aceleraração de 0 a 100 km/h em 7,3 s (com etanol) e uma velocidade máxima de 212 km/h. Essa motorização estará sempre acoplada ao câmbio automático de seis velocidades.  

Nas versões de entrada, sob o capô tem o motor 1.6 aspirado que gera 122 cv a 5.800 rpm e um torque de 16,4 kgfm a 4.000 rpm nas versões manuais, e 118 cv a 5.750 rpm e um torque máximo de 16,1 kgfm a 4.750 rpm quando equipado nas versões automáticas.

Versões e preços do Citroën C4 Cactus

Citroën C4 Cactus 1.6 Live manual:
R$ 68.990

Citroën C4 Cactus 1.6 Feel manual:
R$ 73.490

Citroën C4 Cactus 1.6 Feel automático:
R$ 79.990

Citroën C4 Cactus 1.6 Feel Pack automático:
R$ 84.990

Citroën C4 Cactus 1.6 THP Shine automático:
R$ 94.990

Citroën C4 Cactus 1.6 THP Shine Pack automático:
R$ 98.990

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade