BMW iX regenera arranhões e deverá reinar entre os SUVs elétricos de grande porte

A BMW anunciou a pré-venda do SUV elétrico iX e vendeu os primeiros 30 modelos em 12h. Até aí tudo bem, o cidadão de altos recursos financeiros e fã da marca não perderia a chance exclusiva. Mas quem comprou, por exemplo, nem viu o SUV de perto e descolou do bolso algo em torno dos R$ 654,9 mil a R$ 799,9 mil (o Sport), valores das duas versões.

Além da inteligência o que se destaca no iX que tem porte de X5 e um visual super bacana? A autonomia de até 630 quilômetros entregue pelos dois motores elétricos e um coice no torque de 765 Nm para o S e 630 Nm no xDrive40 que tem autonomia menor de 425 Km. Ambos no WLTP. De boa, dê um desconto de 15% e veja a real no hodômetro. A marca ainda entrega na faixa, grátis, dois carregadores, um móvel para seus deslocamentos.

LEIA MAIS

+ BMW ATUALIZA DO SAV X1 COM MAIS TECNOLOGIA E EQUIPAMENTOS

Concebido desde o início para ser um veículo totalmente elétrico, sua construção tem diversos elementos moduláveis criados pela BMW pensando nos próximos lançamentos com esse tipo de propulsão. O utilitário mescla o uso de alumínio com resina reforçada e fibra de carbono em sua construção e carroceria. Cerca de 60% do plástico é PET reciclado. O design conta com o melhor coeficiente aerodinâmico possível. São apenas 0,25 de coeficiente de arrasto, que contribuem para um melhor desempenho e eficiência energética.

Mas vamos dirigir depois para sentir os modos de condução misturar o Sport, Efficient, Personal (básicos), Relax e o Expressive Comfort na configuração que eu posso escolher. A rodagem é no aro 22 e outra info, o porta-malas comporta 500 litros mas você precisa tirar o estepe e andar com o kit de reparo.

Posicionada no assoalho do BMW iX para melhorar o centro de gravidade e garantir maior proteção contra impactos, a célula de bateria do tem a quinta e mais moderna geração do BMW eDrive. Lembrando no comparativo da peça imagine o número aproximadamente de 9 mil baterias de smartphones para você pensar no tamanho do negócio. No centro de preparação e escola da marca no SENAI de São Paulo, vi de perto o conjunto das baterias, que são fornecidas pelas sul coreana Samsung mas são montadas (conectadas) pelos engenheiros da empresa alemã.

Em termos técnicos, sua densidade energética aumentou cerca de 40% em comparação com a bateria de alta tensão do BMW i3 2020. São 76,6kWh de capacidade total na versão xDrive40 e 111,5kWh na versão xDrive50.

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.

A parte da tecnologia convence. Anote dois exemplos bem distintos e bem legais: a grade frontal, que também recebe uma das câmeras da projeção em 360 graus, quando riscada pelas pedras do asfalto, se regenera com o calor, ou seja, vai estar sempre nova. E tem mais, o sistema de inteligência do BMW iX é capaz analisar o mapa de GPS por onde o carro está transitando. Se detectar, por exemplo, uma situação na qual o motorista será efetivamente obrigado a frear, o veículo automaticamente aumenta o sistema de regeneração de energia. Dessa forma, o motorista usa menos o freio, ao mesmo tempo que recupera mais energia para as baterias.

Com o Intelligent Personal Assistant, o iX é capaz de analisar o caminho que está sendo feito, cruzar com os dados de horário e destino, para ter ações espontâneas que já foram feitas previamente pelo condutor, como por exemplo, abrir sozinho o vidro do motorista para abrir o portão eletrônico da residência.

Mas isso não é tudo. E diante da imponência visual, dos motores que geram 326 cv no carro mais barato e 523 cavalos no top. O que conto e muito me diverte é o tiro tecnológico. A bordo, com duas telas: 14 polegadas para a área de diversão e informação e o cluster de 12 mais um teto panorâmico que escurece com o toque de um botão, sistema de som com 30 falantes B&W sem serem vistos. Uma vibração sonora de outra dimensão.

A conexão da mídia central poderá ser feita por tato, voz ou gestos. Você governa o iX, que se torna um luxuoso lounge sobre rodas que tem assentos, laterais e painel com o couro pigmentado no óleo de oliva, charmosíssimo por sinal. O fino acabamento dos cristais no seletor do console central e nas laterais das portas para o comando dos bancos (que podem ser resfriados). Volante do futuro, dois raios, leve e funcional.

O capô é um cofre que não pode ser aberto pelo dono do veículo e nele você só pode abastecer o reservatório de água para limpar o pára-brisa. Somente a assistência da marca terá acesso ao compartimento.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade