BMW apresenta a terceira geração do X1 que chega em fevereiro

A BMW apresentou a nova geração do SUV X1. A montadora apostou em tecnologia e no facelift para o modelo que chega com design atrevido e mais espaço interno. A tela curva batizada de Curved Display, na cabine, se destaca, assim como aconteceu na mostra do Série 3.

LEIA MAIS

+ BMW ATUALIZA SÉRIE 3 COM TELA GIGANTE NA CABINE

O BMW Curved Display nada mais é do que uma superfície de vidro sem moldura levemente inclinada em direção ao motorista. Uma tela de informações de 12,3 polegadas está atrás do volante e ela se junta ao display de 14,9 polegadas em única peça totalmente digital e de alta resolução cheia de funções.

O novo X1 na parte externa anuncia uma dianteira mais forte com a grade de rim quase quadrada e um estilo que toma distância dos crossovers. As rodas são de 18 polegadas e dão um belo enchimento para as caixas de rodas. Na dianteira estão faróis de LED com luzes de curva e lanternas traseiras full LED.

Debaixo do capô, o motor 2.0 de quatro cilindros turbo twinpower. De acordo com a BMW, o X1 é capaz de desenvolver até 244 cavalos de potência com 41 quilos de torque. Hoje, você tem os 192 cv no dois litros turbinado a combustão.

Nessas configurações, o SUV sai da inércia e chega aos 100 km/h em apenas 6,2 segundos. Associada está uma transmissão de dupla embreagem de sete velocidades.
A marca também apostará em versões híbridas e um modelo 100% elétrico.

X1 na tomada

A montadora também mostrou ao mundo como será a versão elétrica do X1. O iX1 chegará para ser a porta de entrada dos carros recarregados na tomada da BMW, aposentando de vez o i3. Ele terá mais de 430 km de autonomia e seus dois motores elétricos geram o equivalente a 312 cv de potência.

O iX1 xDrive30 é praticamente igual à nova geração do X1 também apresentada nesta semana pela BMW, tanto por fora como por dentro. A previsão de chegada às lojas europeias é no final deste ano e por aqui apenas em 2023.

Publicidade

Artigos Recentes

Publicidade
Publicidade