Curiosidades Mercado

Argo Trekking automático com motor 1.8 será lançado em novembro pela Fiat

SBD AUDI A4 e Q3

O sucesso de vendas da roupagem aventureira do Argo fez com que a Fiat incluísse a versão especial definitivamente na gama do hatch compacto. Mais do que isso: agora a montadora italiana prepara o lançamento da versão com câmbio automático, que será lançada em novembro. A escolha do conjunto mecânico foi pelo 1.8 de 139 cv acoplado à transmissão de seis marchas sem embreagem (o mesmo da versão HGT).

LEIA MAIS

+ Fiat lança Argo Trekking: porque quem não tem cão caça com gato

Esse upgrade no motor também vai resultar em um preço mais elevado que os R$ 59.990 de partida da versão atual do Argo Trekking com propulsor 1.3 de 109 cv e transmissão manual de 5 marchas. Nossa estimativa é que o preço fique um pouco mais barato que a topo de linha HGT, que custa R$ 69.990. Portanto, espere o Trekking automático por algo entre R$ 67 mil e R$ 68 mil.

Com essa novidade, a Fiat mira seus rivais que têm “aventureiros” com transmissão automática. E a tendência é que o modelo de Betim (MG) ainda seja um dos mais baratos da turma. O Renault Stepway CVT parte de R$ 70.990 e chega aos 73.090. O novo HB20X chegará no final do ano com preços entre R$ 67.890 e R$ 79.590 com câmbio automático. E tem ainda o Ford Ka Freestyle 1.5 AT6 que tem preço de R$ 68.390.

Com suspensão elevada e o maior vão-livre da categoria – 210 mm, o Argo Trekking é 40 mm mais alto em relação às outras versões. Isso, além da roupagem aventureira composta de adesivos e apliques de plástico, fez com que o modelo se tornasse um dos mais procurados nas revendas da Fiat.

Em maio, quando o Trekking começou a chegar às lojas, o Argo emplacou menos de 6 mil unidades. No mês seguinte, entretanto, o número de emplacamentos saltou para mais de 7.500 unidades. Foi depois da chegada da versão aventureira que o hatch compacto da Fiat conseguiu ultrapassar seu maior rival, o Volkswagen Polo, posição que ainda ostenta e que deve manter até o final deste ano.

Portanto, está mais do que justificada a chegada da versão automática. Talvez o ideal seria uma transmissão automática para o motor 1.3 de 109 cv, o que a Fiat ainda não disponibiliza. Isso deixaria o preço do Trekking sem embreagem imbatível.

SBD Gasolina Dura mais 1

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Baixe meu E-book

Inscreva-se para receber seu e-book gratuitamente

Acompanhe nosso canal

300×250 NEO Blindados
RET Autoparvi Corolla
RET VW Virtus