ACERTE NA COMPRA

Acerte na Compra

As melhores oportunidades para trocar de carro no final do ano!

O ano de 2020 não foi fácil para ninguém. O setor automotivo nacional viveu um dos momentos mais complicados de sua história, o que exigiu muita criatividade das montadoras e seus concessionários. Mesmo durante a pandemia, tivemos importantes lançamentos em nosso mercado. Carros completamente novos ou mudanças de geração que revolucionaram o segmento. Por isso, o Acerte na Compra 2021 está recheado de novidades. Temos os modelos de grande volume de vendas e suas versões mais focadas no custo-benefício, como também destacamos os lançamentos que prometem dar trabalho aos concorrentes no ano que está perto de começar. Escolha o seu estilo e Acerte na Compra também em 2021. Feliz Ano Novo!

Hatches de entrada:

Renault Kwid Zen

Hyundai HB20 Sense

Chevrolet Onix LT

Ford Ka SE

Renault Kwid Zen - R$ 46.990

O compacto de entrada da Renault tem na sua versão intermediária o melhor custo-benefício. Verdade que ele parte de R$ 39.390 – um dos únicos carros ainda abaixo de R$ 40 mil no Brasil – mas é daqueles peladinhos, que nós não recomendamos para ninguém. Já o Kwid Zen vem com o necessário para a sobrevivência no trânsito, como direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos e até um rádio para você curtir uma música. Ponto positivo para a segurança com os 4 airbags de série e à economia de combustível.

Se você puder esticar um pouco mais no orçamento até os R$ 48.990 não pense duas vezes e vá na versão intense, que já é carregada de mimos, como central multimídia, câmera de ré e faróis de neblina.

Ficha Técnica

Motor 1.0 flex
Potência máxima: 72 cv
Torque: 9,8 kgfm
Câmbio: manual de 5 marchas
Comprimento: 3.680 mm
Entre-eixos: 2.423
Largura: 1.579
Altura: 1.498
Porta-malas: 290 litros

Ver Oferta:

Chevrolet Onix LT - R$ 59.990

No Onix também sugerimos pular a versão de entrada e entrar na intermediária LT. Essa, aliás, é a opção mais vendida do carro mais emplacado do Brasil. Não à toa, pois tem uma boa relação custo-benefício. É completinho e já vem com central multimídia. Esse preço que anunciamos não é o de tabela da Chevrolet, mas você chega nele nas concessionárias sem dificuldade. Acima disso, não pague.

Ficha Técnica

Motor 1.0 flex
Potência máxima: 80 cv
Torque: 9,8 kgfm
Câmbio: manual de 6 marchas
Comprimento: 3.930 mm
Entre-eixos: 2.528
Largura: 1.705
Altura: 1.484
Porta-malas: 280 litros

Hyundai HB20 Sense - R$ 50.990

A versão de entrada do HB20 já vem com uma boa lista de equipamentos de série, como direção elétrica, ar-condicionado, vidros e travas elétricas e computador de bordo. O motor Kappa 1.0 de três cilindros, com bloco e cabeçote de alumínio dá uma pegada ao sul-coreano que poucos rivais podem acompanhar nessa faixa de preço. Seu bom poder de revenda, com baixa desvalorização também é um ponto positivo.

Ficha Técnica

Motor 1.0 flex
Potência máxima: 80 cv
Torque: 10,2 kgfm
Câmbio: manual de 5 marchas
Comprimento: 3.940 mm
Entre-eixos: 2.530
Largura: 1.720
Altura: 1.470
Porta-malas: 300 litros

Ver Oferta:

Ford Ka SE - R$ 52.890

O segundo carro mais vendido do Brasil tem três versões (S, SE e SE Plus) que poderíamos eleger como a melhor na gama do compacto. Elas têm relação custo-benefício interessante, pois não há versão “pelada”. As mais vendidas são as intermediárias SE e SE Plus (R$ 56.890), que agregam mais itens de série. A Plus é, entre os compactos, a que tem mais itens de série nessa faixa de preço. O carro é bem completo e ainda se beneficia do motor aspirado mais potente e econômico da categoria. Ponto para a Ford.

Ficha Técnica

Motor 1.0 flex
Potência máxima: 85 cv
Torque: 10,7 kgfm
Câmbio: manual de 5 marchas
Comprimento: 3.886 mm
Entre-eixos: 2.491
Largura: 1.695
Altura: 1.525
Porta-malas: 257 litros

Sedãs de Entrada:

Volkswagne Virtus MSI

Fiat Cronos Drive 1.3

Hyundai HB20 S Vision

Renault Logan Zen

Volkswagen Virtus MSI - R$ 76.050

Um sedã compacto com características de um médio. Esse é um dos motivos para o sucesso do Virtus. Escolhemos a versão MSI de entrada porque ela tem o melhor custo-benefício da gama. Sai completa de série, inclusive com rodas de liga leve de 15 polegadas e central multimídia Composition Touch. É a única opção de Virtus com câmbio manual, o que permite a oferta do sedã a um preço bem abaixo das versões com motor 200 TSI AT6.

Ficha Técnica

Motor 1.6 flex
Potência máxima: 117 cv
Torque: 16,5 kgfm
Câmbio: manual de 5 marchas
Comprimento: 4.482 mm
Entre-eixos: 2.651
Largura: 1.751
Altura: 1.472
Porta-malas: 521 litros

Ver Oferta:

Fiat Cronos Drive 1.3 - R$ 66.990

O Cronos parte de R$ 63.390, mas a versão intermediária Drive com o eficiente motor 1.3 Firefly e câmbio manual é, disparada, a que tem o melhor custo-benefício para quem busca um sedã de visual esportivo, que anda bem, bebe pouco e ainda tem uma boa entrega de equipamentos de série. Destaque para a moderna central multimídia Uconnect de 7 polegadas com Android Auto e Apple Carplay.

Ficha Técnica

Motor 1.3 flex
Potência máxima: 109 cv
Torque: 14,2 kgfm
Câmbio: manual de 5 marchas
Comprimento: 4.364 mm
Entre-eixos: 2.521
Largura: 1.726
Altura: 1.508
Porta-malas: 525 litros

Hyundai HB20 S Vision - R$ 59.990

O sedã de entrada da Hyundai é simplesmente imbatível no preço da versão Vision. É o único aqui de nossa seleção abaixo dos R$ 60 mil, mas o que não que dizer que seja “pelado”. Vem completinho e ainda com mimos, como a central multimídia no estilo flutuante BlueMedia de 8 polegadas, sensível ao toque e com conectividade com smartphone via Android Auto e Aplle Carplay.

Ficha Técnica

Motor 1.0 flex
Potência máxima: 80 cv
Torque: 10,4 kgfm
Câmbio: manual de 5 marchas
Comprimento: 4.260 mm
Entre-eixos: 2.530
Largura: 1.720
Altura: 1.470
Porta-malas: 475 litros

Ver Oferta:

Renault Logan Zen - R$ 64.390

Também no Logan, a versão de entrada, apesar de ser mais barata, não é a mais interessante da Gama. O sedã da Renault parte R$ 61.090 na Life, mas a lista de equipamentos de série fica bem mais justa na versão Zen, mesmo que equipado com o mesmo motor 1.0 82 cv. Vem, por exemplo, com a prática central Media Evolution, com Android Auto e Apple Carplay. O espaço interno é outro ponto de destaque. Aliás, nisso o Logan é imbatível pelo preço que cobra.

Ficha Técnica

Motor 1.0 flex
Potência máxima: 82 cv
Torque: 10,5 kgfm
Câmbio: manual de 5 marchas
Comprimento: 4.349 mm
Entre-eixos: 2.635
Largura: 1.733
Altura: 1.529
Porta-malas: 510 litros

Ver Oferta:

Picape Compacta

Fiat Strada Freedom

Sedã Médio/Compacto

Nissan Versa Advance

SUV Compacto

Volkswagen NIVUS Comfortline

SUV Compacto 4x4

Jeep Renegade Moab

Fiat Strada Freedom - R$ 80.290

Poucas vezes se viu uma revolução tão grande em uma mudança de geração de um automóvel como a que aconteceu neste ano com a chegada da Strada 2021. Ela já era a líder de vendas, mas com a modernização geral pela qual passou a picape, a disparidade para suas poucas rivais aumentou ainda mais. Não à toa se tornou o carro mais vendido pela Fiat no Brasil e ainda disputa a liderança geral com carros de passeio, algo que nunca ocorreu em nosso mercado.

Além do visual completamente renovado, a Strada também evoluiu na mecânica. A chegada do motor 1.3 Firefly para substituir o cansado 1.8 deu novo fôlego ao utilitário compacto. Ganhou a eficiência que faltava. O Motor 1.4 ainda segue na versão de entrada, mas não é o que recomendamos.

A versão com melhor custo-benefício da Strada é a intermediária Freedom, que vem com o motor 1.3 e câmbio manual de cinco marchas e uma boa lista de equipamentos de série. Custa R$ 8 mil a mais que a Endurance na cabine simples (CS) e menos de R$ 4 mil de diferença quando comparamos a cabine dupla (CD). Se puder, vá nela. A Volcano topo de linha por R$ 83.990 é para quem não abre mão de mimos, como central multimídia e faróis em LED. Mas, para o dia a dia de trabalho, a Freedom vai te atender muito bem.

Ficha Técnica Strada Freedom Cabine Dupla

Motor 1.3 flex
Potência máxima: 109 cv
Torque máximo: 13,7 kgfm
Câmbio: manual de cinco marchas
Comprimento: 4.474 mm
Entre-eixos: 2.737
Largura: 1.732
Altura: 1.606
Capacidade caçamba: 844 litros (CD) e 1.354 (CS)

Outras Versões:

Strada Endurance CS – R$ 65.990
Strada Endurance CD – R$ 76.990
Strada Freedom CS – R$ 73.990
Strada Volcano CD – R$ 83.990

Ver oferta:

Nissan Versa Advance - R$ 85.190

Um carro completamente novo: é assim que podemos definir o Nissan Versa 2021. A montadora japonesa poderia até ter dado um nome diferente ao modelo, tamanha a diferença entre as gerações. E ela quase que fez isso. Na verdade, o que a gente conhecia apenas como Versa, virou Versa V-Drive. Até mesmo a apresentação nas concessionárias está diferente. Os vendedores apresentam a novidade não mais como um sedã compacto, praticamente o elevando a médio. Mas, calma. O Versa é o que chamamos de sedã médio/compacto, como o Honda City e até mesmo o Virtus.

O novo Versa tem três versões (preços abaixo), mas a mais interessante no quesito custo-benefício é a intermediária Advance, que custa R$ 85.190. Verdade que o sedã já sai completo desde a Sense, mas nessa versão que escolhemos ela agrega itens valiosos, como alerta de esquecimento de objetos no banco traseiro, câmera de ré, painel central multifuncional de TFT de 7 polegadas e 12 funções.

O câmbio Xtronic CVT trabalha com o motor 1.6 16V, que entrega 114 cv de potência e torque de 15,5 kgfm. Trata-se de um conjunto que pode não dar um desempenho esportivo ao modelo, mas é suficiente no uso urbano e tem boa eficiência.

Ficha Técnica

Motor 1.6 flex
Potência máxima: 114 cv
Torque máximo: 15,5 kgfm
Câmbio: CVT
Comprimento: 4.495 mm
Entre-eixos: 2.620 mm
Largura: 1.740 mm
Altura: 1.475 mm
Porta-malas: 482 litros

Versões:

Sense R$ 74.490
Advance – R$ 85.190
Exclusive – R$ 94.790

Ver Oferta:

Volkswagen NIVUS Comfortline - R$ 89.150

A Volkswagen apostou muito na chegada do Nivus. O modelo é o SUV de entrada da marca, mas isso não quer dizer que ele é pouco equipado ou fica atrás dos outros utilitários do segmento. Prova disso foi o sucesso de vendas ainda antes de o carro chegar às lojas. A pré-venda digital realizada em junho pelos canais digitais bateu todos os recordes da Volks: 2.200 unidades foram vendidas em poucas horas, mesmo antes de as pessoas testarem ou verem o SUV de perto.

Os pontos fortes do Nivus são design e tecnologia embarcada. O modelo adota um desenho que vem fazendo muito sucesso pelo mundo, que é o de SUV/Cupê. Isso dá um ar mais esportivo e jovial ao veículo.

Em relação à tecnologia embarcada, o Nivus inaugurou a nova central multimídia VW Play, que elevou o nível de conectividade e interação com o usuário. Além disso, o SUV tem um bom nível de equipamentos de série desde a versão de entrada, a Comfortline. Isso quer dizer que se você não puder chegar no valor da Highline, você estará muito bem suprido com a versão mais barata.

Ficha Técnica

Motor 1.0 flex
Potência máxima: 85 cv
Torque: 10,7 kgfm
Câmbio: manual de 5 marchas
Comprimento: 3.886 mm
Entre-eixos: 2.491
Largura: 1.695
Altura: 1.525
Porta-malas: 257 litros

Outras Versões:

Highline R$ 102.050

Ver Oferta:

Jeep Renegade Moab Turbodiesel - R$ 141.790

Um Renegade raiz. É assim que podemos definir a nova versão de entrada do SUV compacto da Jeep com motorização a diesel. O Renegade Moab é para quem não abre mão da mecânica confiável do turbodiesel com tração 4×4, mas que não faz tanta questão de alguns mimos na cabine, como botão de partida e faróis de LED.

O forte mesmo do Moab está no conjunto mecânico, com o motor 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm de torque, muito bem distribuídos pelo eficiente câmbio automático de 9 velocidades. Para os aventureiros, a tração 4×4 com reduzida e seletor de terreno (Select-Terrain) garantem a diversão e a segurança em um nível intermediário de off-road.

No interior, apesar da falta de alguns itens de série, podemos destacar a presença do ar-condicionado digital de duas zonas, a central multimídia de 7 polegadas e o freio de estacionamento eletrônico. É uma boa relação de custo-benefício para quem gosta de se aventurar nos finais de semana.

Ficha Técnica Renegade Moab Tubordiesel

Motor 2.0 Turbodiesel 4×4
Potência máxima: 170 cv
Torque máximo: 35,7 kgfm
Câmbio: Automático de 9 marchas
Comprimento: 4.232 mm
Entre-eixos: 2.570 mm
Largura: 1.805 mm
Altura: 1.714 mm
Porta-malas: 320 litros

Outras Versões:


STD 1.8 flex – R$ 81.590
Sport 1.8 flex – R$ 98.290
Longitude 1.8 flex – R$ 113.890
Limited 1.8 Flex – R$ 124.190
Longitude turbodiesel – R$ 152.090
Trailhawk turbodiesel – R$ 163.990

Ver Oferta:

SUV Médio 7 Lugares

Caoa Chery Tiggo 8

SUV de Luxo 7 Lugares

Mercedes GLB 200

Picape Média

Toyota Hilux SRX

Importado do Ano

Volvo XC40 Plug-In Hybrid

Caoa Chery Tiggo 8 - R$ 168.600

A Caoa Chery está fazendo uma leitura correta do mercado nacional. A aposta em poucos modelos e o foco na linha de SUVs têm feito a montadora chinesa – capitaneada no país pelo Grupo Caoa – crescer em ritmo acelerado, deixando marcas tradicionais como Peugeot e Citroën para trás.

Uma das cartadas mais importantes da Caoa Chery foi o lançamento do Tiggo 8. A procura por SUVs médios de sete lugares aumentou muito no Brasil nos últimos anos, tanto que as grandes marcas estão correndo para lançar seus modelos. E o Tiggo 8 atende bem a todos os requisitos dos consumidores deste segmento.

Entre os destaques do Tiggo 8 estão o motor 1.6 turbo com injeção direta, associado a um câmbio de sete velocidades com dois modos de condução: Eco e Sport, alavanca tipo joystick, teto solar panorâmico elétrico, painel de instrumentos digital em LCD-TFT de 12,3 polegadas, multimídia com tela de 10,25″ de alta resolução, banco do motorista com ajuste elétrico, carregador de celular por indução, ar-condicionado dual zone com saída para a segunda fileira de banco.

Ficha Técnica

Motor 1.6 TGDI gasolina
Potência máxima: 187 cv
Torque máximo: 28 kgfm
Câmbio: Automatizada de dupla embreagem e 7 marchas
Comprimento: 4.700 mm
Entre-eixos: 2.710 mm
Largura: 1.860 mm
Altura: 1.705 mm
Porta-malas: 197 litros (7 lugares) e 889 litros (5 lugares)

Mercedes GLB 200 - R$ 299.900

Unir a grife da Mercedes-Benz com a versatilidade de um SUV para sete passageiros: essa é a proposta do novo GLB, utilitário que ingressou a marca alemã em um novo segmento de mercado. Muito bem recebido no mercado europeu dentro da linha de carro para família, o novo GLB deve seguir caminho semelhante no Brasil, só que no concorrido segmento premium.

Na cabine, a novidade conta com o sistema multimídia MBUX com duas telas de 10,25″, uma para o infotainment e outra para o painel de instrumentos, com funcionalidade de comando por voz. Entre os equipamentos disponíveis estão controle de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência em faixa, sensor de ponto cego, carregador sem fio para smartphone, porta-malas com abertura por movimento, teto solar panorâmico e rodas de liga leve AMG de 19″, com pneus run-flat.

Debaixo do capô da versão Launch Edition, o novo GLB 200 possui o eficiente motor 1.3 turbo com injeção direta de gasolina com 163 cavalos e 25,5 kgfm de torque. De acordo com a Mercedes, o crossover é capaz de ir de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos e alcançar uma velocidade máxima de 207 km/h. A transmissão 7G-DCT é dupla embreagem e sete marchas.

Ficha Técnica

Motor 1.3 turbo gasolina
Potência máxima: 163 cv
Torque máximo: 25,5 kgfm
Câmbio: Automatizada de dupla embreagem e 7 marchas
Comprimento: 4.634 mm
Entre-eixos: 2.829 mm
Largura: 1.834 mm
Altura: 1.548 mm
Porta-malas: 130 litros (7 lugares) e 500 litros (5 lugares)

Ver Oferta:

Toyota Hilux SRX - R$ 241.990

Em time que está ganhando não se mexe. Pensando dessa forma que a Toyota apresentou a “Nova Hilux 2021”. A picape líder do mercado das médias mudou muito pouco no visual, ganhou mais equipamentos e uma configuração mais potente do motor, o que deverá ser suficiente para mantê-la no lugar mais alto do ranking.

No quesito design, a nova Hilux 2021 recebeu novos faróis dianteiros, grades e para-choques. Na parte interna, o destaque fica por conta do equipamento de áudio, que agora se integra ao painel de instrumentos. Todas as versões com cabine dupla já saem de série com o sistema de áudio JBL com tela touchscreen de oito polegadas com conectividade.

A opção topo de linha ainda dispõe de faróis bi-LED, que dão uma nova identidade visual para a configuração SRX. Na traseira, a versão conta com lanternas em LED com novo grafismo. As rodas de liga leve das versões SRX e SRV ganharam novo desenho com acabamento preto de 18″.

Para a segurança, todas as opções de cabine simples da picape agora contam com controle eletrônico de estabilidade, assistente de subida, controle eletrônico de tração e luz de frenagem emergencial automática. A principal novidade ficou para o Toyota Safety Sense, disponível na configuração topo de linha SRX, que conta com sistema de pré-colisão frontal, sistema de alerta de mudança de pista e controle de cruzeiro adaptativo.

Em relação ao desempenho do propulsor, a Hilux recebeu melhorias no motor 2.8 com aumento de 15% na potência e agora rende 204 cavalos de potência. As opções flex continuam com o já conhecido 2.7 16V de até 163 cavalos.

Ficha Técnica Toyota Hilux SRX

Motor 2.8 turbodiesel 4×4
Potência máxima: 204 cv
Torque máximo: 50,9 kgfm
Câmbio: Automático de 6 marchas
Comprimento: 5.325 mm
Entre-eixos: 3.085 mm
Largura: 1.855 mm
Altura: 1.815 mm
Caçamba: 1.000 litros

Outras Versões:

Diesel:
SRV AT – R$ 216.990
SR AT – R$ 201.790
STD Power Pack MT – R$ 188.990
Cabine Simples MT – R$ 170.890
Chassi MT – R$ 164.790

Flex:
SRV 4×4 AT – R$ 169.790
SRV 4X2 AT – R$ 157.490
SR 4X2 AT – R$ 145.390

Volvo XC40 Plug-In Hybrid - R$ 264.950

O SUV de entrada da Volvo entrou no caminho da eletrificação com a versão Plug-In Hybrid do XC40. O modelo tem o moderno e eficiente conjunto mecânico com dois motores, um elétrico de 83 cavalos e outro turbo, movido a gasolina, 1.5 litro de capacidade e 182 cavalos de potência. Combinados, o híbrido é capaz de desenvolver até 262 cv e 43,3 kgfm de torque. A transmissão é automatizada de dupla embreagem e 7 velocidades.

Luxo, conforto e externamente, o perfil de rodagem aro 20, bem generoso com o retrato do veículo. O layout mais clean destaca os detalhes da silhueta e do teto solar panorâmico que passa a sensação de amplitude dentro do utilitário.

O console conta com duas telas TFT com todas as informações e comando de fácil acesso ao motorista. O painel de 12,3″ é personalizável de acordo com as preferências de cada motorista. A central multimídia de 9″ touchscreen possui conexão Apple CarPlay e Android Auto. A tela aparece como um bom tablet no painel central.

O T5 híbrido Recharge com autonomia média de 40 quilômetros, sem utilizar gasolina ( lógico que depende da sua pisada no pedal, se forçar a barra os motores entram juntos) é bem completo com outras ofertas de mimo à bordo, como o carregamento do seu smartphone que pode ser feito por indução. A sueca Volvo apostou ainda no sistema de som de 13 alto-falantes da grife Harman kardon.

O estilo é bitom e na grade frontal em preto piano a parte que destaca o logo da empresa e separa os faróis em LED assinados como se fossem inspirados no martelo de Thor. O XC40 com porta-malas de 460 litros é puro design.

Ficha Técnica XC 40 Plug-In Hybrid

Motor 1.5 turbo gasolina + elétrico Potência combinada: 262 cv Torque máximo: 43,3 kgfm Câmbio: Automatizado de 7 marchas Comprimento: 4.425 mm Entre-eixos: 2.702 mm Largura: 1.863 mm Altura: 1.652 mm Caçamba: 460 litros

Outras Versões:

XC40 Momentum R$ 209.950
XC40 Inscription R$ 234.950
XC40 R-Design R$ 264.950