BMW X7 representa o máximo de luxo entre os SUVs bávaros

A BMW apresentou ao mundo o inédito X7, SUV de luxo da marca bávara, que nasce para disputar mercado com o também novo Audi Q8. As vendas começam nos Estados Unidos, onde é produzido, para depois chegar aos demais mercados, inclusive o brasileiro, em 2019.

A gama do BMW X7 contempla quatro motores.  O 50i usa o V8 4.4 biturbo com 462 cv e 66,2 kgfm de torque, acelerando a 96 km/h em 5,2 segundos. Essa versão não será vendida na Europa. As outras opções são motores de seis cilindros em linha, onde está o 40i (de 340cv) na companhia dos diesel 30d e M50d (com 265cv e 400cv, respetivamente). Todos eles surgem de origem com a caixa automática Steptronic de oito velocidades, que envia a potência para o sistema xDrive.  Existe um diferencial MSport no eixo traseiro, com bloqueio eletrônico, que surge de série no M50d e pode ser incluído nos motores a gasolina.

O X7 é maior que o X5 em todas as medidas. É 229 mm mais comprido (5.151 mm), 60 mm mais alto (1.805 mm) e apenas 4 mm mais largo (2.000 mm). No entre-eixos a diferença volta a ser significativa, com o X7 (3.105 mm) é 130 mm maior que X5.

No que se refere à capacidade do porta-malas, os 326 litros disponíveis quando os sete lugares estão ocupados crescem para 740l na configuração para cinco passageiros e ainda se podem elevar aos 2120l quando as duas filas de bancos atrás do condutor estão rebatidas.

No interior, o luxo predomina. Por exemplo, ele sai de série com revestiemento em couro Vernasca e o seu interior pode receber ainda elementos como climatização a cinco zonas, sistema de entretenimento nos bancos traseiros e ainda o sistema da Bowers & Wilkins com som 3D fornecido por 20 saídas, cuja potência total ultrapassa os 1500 watt. Mas estes luxos todos não esgotam a lista de opcionais, onde ainda encontra itens como o Ambient Air Pack com 8 fragrâncias. E, caso deseje um visual ainda mais exclusivo, vai poder escolher os níveis de equipamento Design Pure Excellence ou M Sport.

O condutor desse luxuoso SUV vai encontrar na sua frente um grande painel digital, composto por duas telas de 12,3”, onde lhe são apresentadas todas as informações. Trata-se do Live Cockpit Professional, com o Operating System 7.0. Será através deste local que poderá acessar o novo assistente pessoal da marca bávara, o “Hey BMW”. E junta-se ainda na apresentação de informações ao condutor a presença da terceira geração do head-up display da marca.

Com informações do Turbo.pt

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios