Veja as etapas para blindar um carro e quais modelos são mais usados para blindagem

Em tempos de insegurança em alta, a blindagem automotiva vem ganhando cada vez mais mercado no Brasil e também em Pernambuco. Mas é preciso ficar atento, pois o processo para blindar um automóvel exige etapas que devem ser cumpridas pelo proprietário do veículo e pela empresa autorizada a fazer a blindagem.

Conheça o processo de blindagem:

1 – O interessado em blindar o veículo procura uma empresa blindadora que se encarregará de solicitar autorização ao Exército.

2 – Com a autorização, o proprietário do veículo deve levá-lo ao Detran para vistoria prévia e obtenção de autorização para modificar características do carro. O proprietário deve levar alguns documentos que podem ser informados pelo órgão e a autorização do Exército.

3 – Depois que o processo de blindagem for concluído é preciso levar o carro ao Inmetro para que seja expedido o Certificado de Segurança Veicular (CSV), que também é homologado pelo Denatran.

4 – O quarto passo é ir ao Detran para alterar a documentação do veículo, já que houve modificação nas característica do carro. Para isso o órgão faz uma vistoria e o proprietário precisa apresentar toda a documentação obtida até este ponto.

5 – Concluídos todos os passos, o Certificado de Registro de Veículo (CRV) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV)contará com a expressão “Veículo Blindado”.

*O Detran só poderá emitir a autorização prévia para blindagem no Estado onde o veículo é registrado.

Dados da pesquisa anual da Abrablin (Associação Brasileira de Blindagem) divulgados pelo UOL Carros mostram quais os carros que foram mais blindados no Brasil no ano passado:

1) Toyota Corolla: 15,10%

2) Jeep Compass: 9,82%

3) Volvo XC60: 8,47%

4) BMW X1: 7,94

5) Land Rover Discovery: 7,34%

Blindagens são classificadas quanto ao seu nível de proteção balística de acordo com a Norma Brasileira ABNT NBR 15000:2005. Na Norma vigente, são estabelecidos os critérios de avaliação e ensaio de materiais balísticos para cada nível de blindagem.

Nível de blindagem pela Norma ABNT NBR 15000

Fonte: Portal Blindados

O nível de blindagem mais comercializado no país, é o nível III-A, que suporta disparos de pistolas e submetralhadoras de 9mm, e de Revólveres do tipo Magnum .44. Segundo o Portal Blindados, é possível se encontrar no mercado proteção com blindagem nível I e também com blindagem nível II-A, bastante adequadas contra a violência urbana de algumas cidades, como por exemplo as tentativas de assalto em semáforos.

Para aqueles que buscam uma proteção balística mais pesada, o Exército Brasileiro autoriza mediante análise especial e excepcional, a aplicação de blindagem nível III, que resiste inclusive a fuzis. Acima do nível III, a aplicação da blindagem é restrita ao uso militar.

Preço da blindagem

O Portal Blindados fez uma cotação de blindagem para o Corolla (carro mais blindado no Brasil) para o nível III-A, que é o com maior proteção permitida pelo Exército para o uso civil. Foram pesquisadas sete empresas e os valores variaram de R$ 39 mil a R$ 65 mil, com o valor mais comum na casa dos R$ 45 mil.

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios