Tiguan Allspace usa tecnologia de ponta voltada para o conforto e segurança

Os SUVs urbanos nasceram e se tornaram febre mundial com o propósito de serem o carro da família. Antes mesmo de terem 7 lugares, os utilitários esportivos sempre foram vistos como veículos seguros, com amplo espaço interno e conforto para todos. Esse segmento evoluiu muito no mercado mundial e, ainda bem, que no Brasil não foi diferente. Um modelo que pode exemplificar muito bem essa evolução é o Tiguan Allspace, SUV da Volkswagen que elevou o patamar de tecnologia voltada para a segurança e conforto de todos os passageiros, mesmo que sejam sete.

Desde a versão de entrada, 250 TSI, a Tiguan Allspace vem recheada de itens de segurança de série. São seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois do tipo cortina), controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle de tração, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), detector de fadiga, indicador de perda de pressão dos pneus, faróis de neblina com a função cornering lights, sistema ISOFIX com top tether para fixação de cadeirinhas de criança, entre outros.

Além desses itens “básicos” (que são essenciais para a segurança dos passageiros), listamos outros equipamentos que fazem uso da tecnologia de ponta para o conforto e a segurança. Eles estão presentes, de série, na versão R-Line. Vale salientar que muitos desses itens não aparecem nem como opcionais nos principais concorrentes do Tiguan no Brasil.

 ACC (Controlador adaptativo de distância e velocidade).

Esse sistema usa um sensor de radar integrado à dianteira do carro para manter velocidade selecionada pelo motorista, assim como uma distância pré-definida do veículo à frente, freando ou acelerando em função do tráfego – e é capaz de frear até a imobilidade quando o carro da frente para, mas sob a condição de que o motorista mantenha as mãos no volante e participe da condução, para que possa intervir a qualquer momento.

Quando acionado, o ACC monitora veículos trafegando na faixa da esquerda em rodovias e não realiza ultrapassagens pela faixa da direita, de forma a reduzir o risco de colisões laterais. O motorista pode a qualquer momento assumir o controle do veículo e conduzi-lo da forma que desejar.

 Após acionado pelo motorista, o ACC do Tiguan Allspace R-Line 350 TSI também pode arrancar novamente de forma automática. A dinâmica do sistema pode ser modificada individualmente pela seleção de um dos programas de direção do seletor de perfis.

Front Assist (Sistema de monitoramento frontal) com City Emergency Braking.

O Front Assist usa um sensor por radar integrado à frente do veículo que monitora constantemente a distância dos veículos adiante. O Front Assist ajuda o motorista em situações críticas pré-condicionando o sistema de freios e alertando o condutor por meio de sinais (visual ou sonoro) – ou, em um segundo estágio, por meio de um breve solavanco. Caso o motorista não freie forte o suficiente, o sistema automaticamente gera força de frenagem para tentar evitar uma colisão.

Se ainda assim o motorista não reagir, o Front Assist freia o carro automaticamente para proporcionar mais tempo para reação. Teoricamente, isso permite que o motorista evite uma colisão iminente ou, pelo menos, reduza a velocidade do impacto. O sistema também auxilia o motorista dando um sinal caso o carro se aproxime demais do veículo à frente.

A função City Emergency Braking é uma extensão do Front Assist. Usando um sensor por radar, ela monitora a área à frente do carro. O sistema funciona abaixo de 30 km/h. Se houver perigo de colisão com um veículo andando ou parado à frente do carro e o motorista não reagir, o sistema de freios é pré-condicionado da mesma forma que com o Front Assist. Se necessário, o City Emergency Braking começa a frear com força para reduzir a severidade do impacto. O City Emergency Braking pode evitar uma colisão frontal iminente no último segundo.

Sistema “Pro Active” (Proteção proativa dos passageiros).

Caso o sistema proativo de proteção detectar uma situação de acidente potencial – como uma forte frenagem –, os cintos de segurança do motorista e do passageiro da frente são automaticamente pré-tensionados para assegurar a melhor proteção possível pelos airbags e sistema de cintos. As janelas laterais (deixando uma pequena abertura) e o teto solar são fechados. Explicação: Quando as janelas e o teto estão quase totalmente fechados, os airbags de cabeça e laterais proporcionam o máximo de absorção de energia, alcançando assim o mais alto nível de proteção possível.

 Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão

O Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão aciona automaticamente os freios do veículo quando ele se envolve em uma batida, para reduzir a energia cinética residual. O acionamento do sistema de frenagem pós-colisão se baseia na detecção da colisão inicial pelos sensores dos airbags.

O sistema aplica os freios até que o veículo atinja a velocidade de 10 km/h. A velocidade residual do carro pode ser usada para conduzi-lo a um local seguro. A frenagem do veículo pelo sistema é limitada pela unidade de controle do ESC a uma desaceleração máxima de 0,6 m/s. Esse valor é igual ao nível de desaceleração do City Emergency Braking e permite que o motorista possa assumir o comando do carro mesmo na ocorrência da frenagem automática.

XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial).

Uma função integrada ao controle eletrônico de estabilidade (ESC) para melhorar o comportamento dinâmico do carro. O XDS+ aumenta a agilidade e diminui a necessidade de movimentação do volante por meio de intervenções seletivas nos freios das rodas internas às curvas nos dois eixos e permitindo uma transferência do torque disponível do motor para as rodas externas. Além disso, o XDS+ funciona com quaisquer condições de aderência do piso. Isso resulta em uma dirigibilidade mais precisa, com mais tração e agilidade nas curvas.

Park Assist 3.0

Permite estacionamento semiautomático em vagas paralelas ou perpendiculares à via – é capaz inclusive de tirar o carro da vaga (estacionamentos paralelos). O Park Assist 3.0 pode ser usado também para estacionar o carro de frente em vagas perpendiculares. O sistema pode até frear o carro, caso o motorista não o faça, como forma de evitar colisões.

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios