Renault só terá o novo Duster no Brasil no começo de 2020

Paris – Duster reestilizado? Sim, mas vai ficar para o comecinho de 2020. A estratégia da Renault do Brasil para 2019 será focar nos novos Sandero e Logan. Em tempo, precisando daquela reforma visual. Depois do Kwid e do acerto que foram as vendas do compacto pela internet, a montadora poderá repetir a receita na prévia de chegada dos novos modelos.

O primeiro utilitário da marca no país, o mais raiz do segmento ao lado do Renegade na versão aventureira, já mudou na Europa, evoluiu na arquitetura e no interior revelando uma cabine mais aconchegante e promovendo a estreia da também nova central multimídia com acesso aos sistema da Apple Car Play e Android Auto.

Fotos: Daniel Messeder

O Duster do Brasil recebeu do Sandero Stepway o bastão para continuar a jornada “livre nos fins de semana” ou seja, dá para vestir a bermuda e encarar um passeio off road light. O SUV que derivou a picape Oroch, ambos também vendidos para o mercado de exportação no Mercosul, é oferecido atualmente com motor 1.6 ou 2.0 e opção de caixa manual ou automática, assim como tração 4×2 ou 4×4.

Em 2018 a marca cresceu 0,8% em relação ao mesmo período do ano passado (setembro). O Duster é o quarto veículo mais vendido da empresa ficando atrás de Sandero, Kwid e Captur.

POR JORGE MORAES

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios