Placas no padrão Mercosul e CRVL digital chegam a Pernambuco

As placas no padrão Mercosul estão chegando a Pernambuco. Vigente no estado do Rio de Janeiro desde setembro, o novo padrão se configura por placas compostas com três letras, um número, depois mais uma letra e mais dois números. O projeto é federal e visa unificar a identificação de todos os automóveis dos países que compõem o Mercosul. Até o fim do ano, todos departamentos de trânsito do país devem adotar a medida. O novo emplacamento custa R$ 219,35 no Rio de Janeiro, mas o valor em Pernambuco não foi revelado.

De acordo com o diretor presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, o estado já está preparado desde o ano passado para produzir as novas placas. “Elas são positivas porque dão mais segurança contra clonagens e, também, um controle maior na produção”, destaca Ribeiro. Em Pernambuco, mais de 120 fábricas de placas já estão autorizadas a produzir seguindo o novo padrão.

Nova placa no padrão Mercosul

A priori, o processo acontecerá nos veículos zero e a mudança será agradável para o bolso dos motoristas. É que o departamento de trânsito do estado afirma que o valor da nova placa será até 50% mais baixo em relação a atual, que é de R$ 140 (sem as taxas).

O Contran exige que as novas placas tenham fundo branco com margem superior azul, contendo no lado esquerdo o logotipo do Mercosul e do lado direito a bandeira do Brasil. Ela contará com sete caracteres alfanuméricos, controlados e fornecidos pelo Departamento Nacional de Trânsito – Denatran, com o último caractere obrigatoriamente numeral. Também há a exigência de que as placas tenham QR Code, que contenham números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante da placa. O objetivo da implantação de QR Code é o controle da produção, logística, estampagem e instalação das placas, além da verificação de autenticidade

A previsão é que em até 31 de dezembro de 2023 todos os veículos nacionais contem com a nova identificação. A instalação das novas placas deveria ter começado em 2016, dois anos após um acordo realizado entre os países integrantes do Mercado Comum do Sul (Mercosul) – Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina e Venezuela.

CRLV Digital chegou

Também nos próximos dias, o motorista pernambucano poderá contar com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV – de forma digital. A versão eletrônica do documento do veículo estará disponível no mesmo aplicativo da Carteira Nacional de Habilitação – CNH Digital.
Pernambuco é o terceiro Estado a implantar a tecnologia. “A maior vantagem da digitalização é a facilidade de obter o documento na hora da abordagem policial e a exportação em arquivo PDF, com assinatura digital, para ser utilizado em alguma necessidade que exija um documento autenticado”, destaca o presidente do Detran.

CRLV Digital

Foto: Agência Brasil

Para baixar o CRLV Digital é necessário que o licenciamento de 2018 do veículo esteja quitado, ou seja, taxas do Detran, multas e DPVAT. O acesso ao CRLV Digital é possível adicionando o documento após o download do aplicativo Carteira Digital de Trânsito, disponível na App Store e Google Play.

*Colaborou Thainá Nogueira

5 Answers

  1. Klarimundo Babosa
    21 de novembro de 2018 at 14:57

    Bacana demais, meu patrão, esse CRLV digital já está disponível no DF, CE, RO e GO, está é demorando para chegar aos demais estados, felizmente não será preciso ir ao Detran validar o cadastro, como acontece com a CNH digital, e será possível compartilhar o documento com até 5 pessoas.

  2. Robson
    22 de novembro de 2018 at 13:23

    De maneira alguma o valor atual do par de placas é de 140 reais. De um modo geral o preço gira em torno de 80 a 100 reais. Isso sem somar mais 70-80 reais das taxas de Ordem de placa e Vistoria que foram implantados pela atual diretoria que ele nunca menciona.

  3. André
    23 de novembro de 2018 at 17:39

    Mais um golpe contra os motoristas, Bolsonaro já havia dito semana passada que irá revogar a resolução que obriga os estados a adotarem essas placas até 1/12. Alguém do Detran-PE deve estar ganhando muito com isso a exemplo do RJ.

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios