Picape da Volks rival da Fiat Toro será apresentada como conceito em São Paulo

A Volkswagen já adiantou na semana passada a sua principal atração para o Salão do Automóvel, que é o T-Cross. Isso é o que todos imaginavam. Eis que um comunicado global da Volkswagen informa que será em São Paulo a apresentação mundial da picape média/compacta da montadora. Ainda como conceito, a novidade deve ter linhas muito próximas da versão de produção, prevista para um futuro próximo. O utilitário nasce com rivais fortes, como a Fiat Toro e a Renault Oroch, além da picape nessas medidas que a Hyundai está preparando. A informação é dos colegas do Motor1.

Trata-se de mais um produto baseado na Estratégia Modular MQB, que está presente em vários modelos, como o novo Jetta, Polo, Virtus, Golf, Tiguan e o recém-lançado T-Cross. Este último, aliás, deve servir de inspiração para a picape. Pelo teaser mostrado, as lanternas traseiras interligadas e os vincos marcantes que estão no SUV vão ser repetidos na picape de cabine dupla.

A mecânica também deve ficar na mesma linha do T-Cross, como opções TSI 200 e TSI 250, sempre com transmissão automática de seis velocidades. A opção manual de seis marchas ficaria para a versão de entrada com o motor de 128 cv.

LEIA MAIS SOBRE A VOLKSWAGEN

Com o T-Cross, a Volks entra no disputado mercado dos SUVs compactos no Brasil

Jetta, Corolla ou Civic: comparamos as versões topo de linha dos três sedãs médios

Detalhamos o funcionamento do conjunto mecânico por trás do novo Gol automático

Tiguan Allspace usa tecnologia de ponta voltada para o conforto e segurança

Confira nossas impressões com o Tiguan Allspace R-Line

Entenda porque a Amarok V6 acelera como carro esportivo

One answer

  1. Raimundo A.
    31 de outubro de 2018 at 08:16

    Eu tenho as minhas dúvidas se a versão final usará o 1.0 TSI, chamado de 200TSI. Beleza que o Oroch tem o 1.6 com potência e torque menores que o motor da VW, só que deve-se ver a relação peso/potência.

    Se a picape tiver porte similar ao Toro ou menor mas ainda maior que o Oroch, até por ser um veículo para carga, o 1.0TSI pode está fora de cogitação. A VW pode não pensar na oferta do motor a diesel, que seria um diferencial para enfrentar o Toro diesel, mas tem a disposição e tende a ser oferta no SUV médio Tarek o 350TSI que está presente no Tigual Allspace.

    Assim, a picape, em tese, usaria o 1.4 TSI, 250TSI para versões de entrada e a topo, que poderá ter 4Motion talvez associado ao AT8 para ter maior capacidade fora de estrada via marchas iniciais com relação curta, o 350TSI. A mecânica a diesel seria apenas para a Amarok.

    Se pensarmos apenas nos 200TSI e 250TSI (4Motion com modos de tração, mas sem reduzida ou marchas reduzidas), o produto poderá ser criticado pela ausência de motor a diesel ou motor flex mais potente vide as médias terem flex mais potente. O Toro tem o 2.4 AT9 flex 4×2, mas quando a Fiat achar que precisa, pode agregar o 4×4, até porque o conjunto mecânico 2.4 AT9 4×4 é montado aqui nos Compass e Renegade para exportação. O motor 2.4 flex ainda podendo ser substituído pelo futuro T4 do grupo.

    Só 4Motion com modos de tração sem redução e o AT ser o AT6, a capacidade para o fora de estrada seria limitada como alegam a Amarok AT8 ser por não ter uma caixa redutora de marchas só dependendo das duas primeiras marchas mais curtas.

    Vamos ver se essa picape vai ser mais passeio ou poderá ter uso mais pesado ainda que inferior comparado as médias montadas sobre chassi.

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios