Novo Jimny Sierra é a estrela da Suzuki no Salão do Automóvel de São Paulo

A quarta geração do Jimny, denominada Sierra, foi a principal atração da Suzuki no Salão de São Paulo. Ele chega ao País no segundo semestre de 2019 e conviverá com a atual geração, que é produzida na fábrica da Suzuki Veículos em Catalão (GO).

“Desde o seu lançamento em 1970, o Jimny se tornou um divisor de águas no mercado 4×4, que até então era dominado por grandes veículos de alta cilindrada. Rapidamente criou-se uma legião de fãs, que segue até os dias de hoje. Apenas duas vezes ele teve mudanças completas, o que não tirou seu brilho e seu estigma de força e resistência. Agora, a nova geração batizada no Brasil de Jimny Sierra carrega a herança de um pequeno, leve e ágil veículo off-road, uma verdadeira obra-prima com a confiabilidade da tecnologia Suzuki 4×4”, explica Reinaldo Muratori, diretor de planejamento da Suzuki Veículos.

O power train é totalmente novo e traz motor 1.5L de 108cv e 14,1 kgfm de torque, econômico e robusto para o off-road, além da inédita opção de transmissão automática.

Os faróis em LED tem regulagem automática de altura, o que melhora a iluminação em todos os tipos de terrenos. O sistema multimídia de 7” tem conectividade dos sistemas Apple CarPlay e AndroidAuto.

O Jimny Sierra é equipado com ar-condicionado digital automático. Os bancos dianteiros são mais largos, tem maior absorção de impactos e maior curso nos trilhos, garantindo conforto e praticidade para todos os ocupantes.

A tração é a AllGrip Pro com reduzida e função LSD, que torna a transposição de obstáculos ainda mais fácil. Para garantir ainda mais segurança em qualquer situação, controle de estabilidade (ESP), além de Hill Hold (assistente de partida em rampas) e Hill Descent (assistente de descida).

O veículo será comercializado no Brasil a partir do segundo semestre de 2019 em três versões, incluindo duas com câmbio automático: Jimny Sierra 4YOU MT, Jimny Sierra 4YOU AT e Jimny Sierra 4STYLE. Os preços ainda não estão definidos, mas os novos modelos ficarão entre 20% e 25% acima das versões que são comercializadas atualmente.

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios