Jeep divulga preços da linha 2019 do Compass que agora parte de R$ 111.990

Goiana – A versão Limited do Compass 2019 foi a que mais recebeu mudanças como novo jogo de rodas aro 19, por exemplo. Na Longitude, calçados novos aro 18 com visual mais suave. O SUV por dentro mostra a tela do cluster (quadro de instrumentos) maior, seguindo o padrão das sete polegadas do Trailhawk. Em resumo, o Sport ganhou rodagem nova com maçanetas e capa dos retrovisores pintados na cor da carroceria. Veja no final da matéria a tabela de preços do SUV que parte de R$ 111,9 mil.

LEIA MAIS

Jeep Compass segue reinando absoluto e deve fechar 2018 na liderança
Compass, Renegade e Toro: pais e filhos conhecem o Polo Automotivo Jeep
Novo Jeep Renegade está perto do lançamento e é flagrado em testes em Pernambuco

Versão Limited com novas rodas 19''

Quanto ao ingresso de mais tecnologia o assistente de estacionamento (park assist) vira item de série no Limited e Trailhawk assim como a condição de direção mais autónoma. Outro informativo é sobre o pacote de tecnologia que custa R$ 7,7 mil com banco elétrico do motorista, som Beats, abertura elétrica do porta-malas, aviso de colisão frontal, mudança de faixa, comutação dos faróis (se adaptam) e piloto automático adaptativo no Flex. Para o diesel o preço sobe em um mil reais. A explicação? Tributação de IPI mais alto

O Jeep é o primeiro SUV com esse nível de autonomia tipo L1 cheio de sensores e radares em torno do veículo que é produzido no Brasil. As motorizações utilizadas continuam sendo a 2.0 flex de 166 cv e a 2.0 diesel de 170 cv. No pack premium, mais pedido para o Longitude, consta os faróis de xênon com acionamento automático, sensor de chuva, retrovisor com rebatimento elétrico e som Beats.

Tabela de preços Compass 2019

Compass Sport Flex – R$ 111.900

Compass Longitude
Flex – R$ 124.990
Diesel – R$ 151.990

Compass Limited
Flex – R$ 142.990
Diesel  – R$ 171.490

Trailhawk diesel – R$ 171.490

10 Answers

  1. Alexandre
    9 de outubro de 2018 at 16:23

    Acredito que haja um erro na sua divulgação. Você falou do PACK PREMIUM e seus respectivos itens, onde mencionou “retrovisores elétricos”. Deixaram de ser de série? Pelo o que sei não. Acredito que você quis dizer “acendimento automático dos faróis” (que é o item real que faz parte do pack na linha 2018) ou quem sabe “rebatimento elétrico”, já que apartir da versão Limited é que existe este recurso e talvez tenham inserido na linha 2019 do Compass longitude.

    Espero ter lhe ajudado.

    Att: Alexandre Santos
    Consultor de Vendas Diretas da Fiori Jeep Agamenon.

    1. Jorge Moraes
      9 de outubro de 2018 at 17:34

      É isso mesmo, Alexandre. O certo é “retrovisor com rebatimento elétrico”. Fizemos a correção. Agradeço pela sua atenção e gentileza. Abraço.

  2. Thiago Amorim
    9 de outubro de 2018 at 22:39

    Cara…….bem que podiam voltar a vender a edição especial: 2.0 Flex com 4×4. Pena que muita gente não tenha visto o outro lado da moeda, pra quem não tem como adquirir a versão Longitude ou Trailhawk a Diesel.

    1. Jorge Moraes
      10 de outubro de 2018 at 16:49

      Olá Ericsson, tudo bem? Estamos atrás dessas fotos e assim que tivermos publicaremos em uma nova matéria. Só ficar ligado aqui no site e nas nossas redes sociais. Grande abraço.

    1. Jorge Moraes
      10 de outubro de 2018 at 16:47

      Muito Obrigado, Adilio. Os preços são guardados a sete chaves pela Jeep. Mas, assim como fizemos com o Compass, tentaremos publicar aqui em primeira na próxima semana. Fica ligado com a gente. Grande abraço

  3. Sônia Sandrin de Melo
    19 de novembro de 2018 at 23:27

    Boa noite!! Eu vi uma matéria que a Jeep não vai lançar daqui uns anos o Compaas a Diesel.. isto procede ? O meu é à diesel eu adoro .. principalmente na pista é um avião.. o meu é 2017 e estou vendo para trocar no 2019 à diesel, mas com esta notícia fiquei ensegura de pegar à diesel!! O que vocês me falam ? Porquê futuramente a gente dente a vender , mas é ai , a perca vai ser muito grande, não é?

    1. Jorge Moraes
      20 de novembro de 2018 at 17:02

      Olá Sônia. Não há nenhum indicativo da Jeep de que isso vá ocorrer nos próximos anos. Pode manter sua troca no diesel, sim. Até mesmo porque, a uma improvável saída do diesel no Compass (o que não deve ocorrer) só valorizaria mais quem tem uma unidade movida a diesel na garagem.
      Um grande abraço.

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios