Dicas para comprar um carro usado com segurança

A venda de carros usados segue forte no Brasil e tem se recuperado bem dos últimos anos de sufoco gerado pela crise econômica. Ter um 0 km na garagem é (quase) sempre sinônimo de tranquilidade, pois você tem a garantia de fábrica a seu favor. Só que isso nem sempre é uma opção e recorrer a um usado ou seminovo acaba sendo a única oportunidade de negócio. E ainda tem muita gente que prefere levar um seminovo mais equipado do que comprar um novo “pelado”. Isso vai da cabeça e gosto de cada um.

A compra de um carro sempre exige muita atenção do consumidor, seja o veículo 0 km ou seminovo. Afinal, trata-se de um bem caro. Claro que com um carro usado os cuidados devem ser ainda maiores, principalmente se você tiver negociando com terceiros e não em lojas.

Separamos algumas dicas importantes para quem está pensando em colocar um carro usado na garagem. Além de verificar o ano e a quilometragem, é indispensável investigar as reais condições do automóvel. Nesse tipo de negócio, mais do que nunca é preciso usar mais a razão do que a emoção. Verificar tudo e sempre ter um “pé atrás” quando o valor for bem abaixo do que se cobra no mercado. Veja nossas dicas:

Antes de fechar o negócio é importante conferir:

– Se o carro tem o documento do ano corrente ou se e as taxas, como seguro obrigatório e IPVA estão quitadas;
– Se tem multas ainda não pagas (pedir nada consta do órgão de trânsito);
– Se as revisões foram feitas na concessionária (consultar manual do carro);
– Se ainda tem garantia de fábrica.

É recomendado:

– Não examinar o carro à noite ou em locais escuros;
– Comprar, de preferência, de pessoas conhecidas ou lojas recomendadas;
– Tentar entrar em contato com o dono anterior do carro;
– Pesquisar se o modelo que você está comprando tem boa revenda no mercado;
– Levar alguém que tenha o mínimo de conhecimento em mecânica e ligar o motor para detectar ruídos estranhos.
– Fazer um teste no carro em ruas de calçamento simples para ouvir barulhos do carro;
– Abrir o porta-malas para ver se todos os itens de segurança estão lá, como pneu estepe, macaco e triângulo.

Se não puder levar um mecânico, você mesmo pode conferir alguns detalhes importantes:

– Estado dos pneus (inclusive o reserva);
– Ver a quilometragem do carro;
– Procurar por pontos de ferrugem;
– Verificar se há vazamentos no motor;
– Testar tudo o que for de elétrico no carro (vidros, travas, buzina, luzes, limpadores de para-brisa…)
– Verificar nível do óleo no motor.

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios